|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

Seguro demite-se da liderança do PS

28 set, 2014 • Carlos Calaveiras

Seguro felicitou “democraticamente o doutor António Costa" e reafirma que respeita os resultados. "O candidato a primeiro-ministro está escolhido e ponto final".

Seguro demite-se da liderança do PS

António José Seguro, sem assumir directamente a derrota, diz cessar este domingo "as funções de secretário-geral do PS" depois dos resultados das primárias socialistas. "Concluo hoje uma das fases mais estimulantes e gratificantes da minha vida política, mas o meu compromisso cívico mantém-se", disse.

Seguro felicitou "democraticamente o doutor António Costa" e reafirma que respeita os resultados. "O candidato [do PS] a primeiro-ministro está escolhido e ponto final", disse.

O ainda secretário-geral socialista agradeceu a todos os militantes e simpatizantes, disse ter orgulho no que fizeram em duas campanhas e nas vitórias alcançadas.

Seguro acrescentou que, independentemente dos resultados, o que interessa é a "força das nossas convicções" e afastou a possibilidade de se candidatar de novo ao lugar nas próximas eleições directas para a liderança.
 
A seguir ao congresso que se seguirá, que deverá colocar Costa na liderança do partido, será "militante de base", disse.

O secretário-geral cessante acrescentou que continuará bater-se "por um Portugal solidário" e por princípios políticos como "a separação entre política e negócios" ou a "transparência na vida pública". 

A esta hora, os resultados provisórios das primárias dão 68,9% a António Costa e 30,5% a António José Seguro.

[Actualizado às 21h14]