|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

Quatro ex-líderes do PSD vão estar no terreno durante autárquicas

17 ago, 2013

Partido anunciou hoje a data da convenção autárquica nacional e renovou o objectivo de vencer as próximas eleições.

Quatro ex-líderes do PSD vão estar no terreno durante autárquicas
Pedro Santana Lopes, Marcelo Rebelo de Sousa, Manuela Ferreira Leite e Marques Mendes são os antigos dirigentes do PSD que vão estar no terreno a dar um contributo na próxima campanha autárquica.

O anúncio foi feito este sábado pelo porta-voz do partido, Marco António Costa, sublinhando ainda o envolvimento de Pinto Balsemão, militante número um do PSD.

Considerando que agora se entra numa fase de "envolvimento activo de todos os agentes políticos do PSD", Marco António Costa sublinhou o "sinal de grandeza de espírito" por parte dos ex-líderes sociais-democratas terem aceitado o convite para terem "uma agenda organizada e estabilizada para apoiarem candidatos autárquicos do PSD".

O também coordenador permanente da comissão política nacional do PSD avançou ainda a data de 7 de Setembro para a realização de uma convenção autárquica nacional.

O encontro foi agendado para o Porto e deve contar com o líder social-democrata, Pedro Passos Coelho, para o encerramento.

Interrogado sobre se teme o voto de protesto no dia 29 de Setembro, Marco António Costa sublinhou a "enorme destrinça dos portugueses naquilo que são as suas opções eleitorais".

"No mesmo dia, para o mesmo concelho, é possível encontrar cidadãos que votam em partidos diferentes para a câmara municipal, para a assembleia municipal e para as juntas de freguesia. As pessoas escolhem de acordo com aquela que é sua confiança nos candidatos e nos projectos apresentados", justificou.

Admitindo que possa haver casos em haja "uma ligeira influência ou um qualquer sentimento de contágio", o social-democrata reiterou que "o que está em causa é uma eleição local".

"Os órgãos nacionais do partido são os primeiros responsáveis pelos resultados que vierem a ser obtidos, como ontem disse o presidente do partido mas não podemos nem devemos deixar de olhar para as coisas como elas são e o que está em causa é a escolha de líderes e projectos locais", enfatizou.