O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Bolsa recupera com paz política no horizonte

04 jul, 2013

Demissão de Gaspar e Portas fez tremer os mercados. Os juros da dívida a 10 anos chegaram a ultrapassar os 8%.
A Bolsa está esta quinta-feira a recuperar em parte das perdas de ontem, impulsionada pelos sinais dados pela maioria de que o cenário de eleições antecipadas está mais distante.

O PSI-20 valorizava, às 8h30 mais de 2,5% e os juros da dívida a 10 anos recuavam para os 7,1%.

O administrador da correctora Dif-brokers, Pedro Lino, explica à Renascença que os investidores estão a valorizar os passos dados pela coligação, o que melhora a sua confiança no país.

Esta manhã, o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, e o ministro demissionário dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, voltam a reunir-se, depois de um encontro “construtivo” na última noite, em que, de acordo com fontes centristas, mais do que políticos foram discutidas políticas.

O objectivo de Passos Coelho passa por apresentar ao Presidente da República, a audiência marcada para esta tarde, uma solução para a crise política e governativa que o país está a viver.