|

Convocar manifestações pela Internet vai dar prisão em Espanha

11 abr, 2012

As medidas do Governo espanhol surgem na sequência de vários protestos desde o início das intervenções europeias de resgate aos países em dívida.

Convocar manifestações pela Internet vai dar prisão em Espanha

O Governo espanhol avança com mais sanções para quem convocar manifestações pela internet e fizer frente à polícia. O anúncio foi feito esta quarta-feira pelo ministro do Interior, Jorge Fernández Díaz, que disse no Parlamento ter a intenção de impor uma pena mínima de dois anos de prisão para quem convoque “tumultos”.

Segundo o jornal espanhol “El Mundo”, a medida está a ser preparada há já dois meses pelo Governo espanhol e, no caso de ser aprovada, leva a uma alteração no código penal para que a convocação de “tumultos” seja punível por lei.

“Há que robustecer a autoridade legítima de quem legitimamente tem a exclusividade de poder actuar através da força”, disse o ministro do Interior.

As medidas do Governo espanhol surgem na sequência de vários protestos e manifestações que têm acontecido um pouco por todo o país desde o início da crise das dívidas soberanas na Europa.

A última greve geral de 30 de Março ficou marcada por vários incidentes, que resultaram em pelo menos 38 detenções e 44 feridos ligeiros. Os confrontos mais graves nesse dia aconteceram em Barcelona, quando o centro da cidade foi palco de uma verdadeira batalha campal entre as forças de segurança e manifestantes.