|

Espanha

Dezenas de milhares manifestaram-se em Madrid contra reforma laboral

19 fev, 2012

Protestos semelhantes são esperados em 57 cidades espanholas.

Dezenas de milhares manifestaram-se em Madrid contra reforma laboral
Dezenas de milhares de manifestantes ocuparam hoje as ruas de Madrid respondendo a um apelo de sindicatos espanhóis para um protesto contra a reforma laboral que, segundo eles, vai "acelerar a destruição de postos de trabalho".

Manifestações semelhantes estão previstas para 57 cidades de Espanha contra aquela reforma anunciada pelo Governo conservador, com o objectivo de ajudar o país a sair da crise e de fazer diminuir o desemprego, que atinge os 22,85 por cento.

Convocados pela UGT e pelas Comissões Operárias (CCOO), as duas grandes confederações espanholas, os manifestantes atravessaram o centro de Madrid com cartazes onde se podia ler: "não à reforma laboral injusta, ineficaz, inútil" e "não à reforma e aos cortes orçamentais. Greve geral".