Encontrado avião moçambicano. Caiu na Namíbia e não há sobreviventes

30 nov, 2013

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas admitiu na última noite, à Renascença, ser provável a presença de passageiros portugueses a bordo do avião, mas não havia ainda confirmação oficial do número.
O avião das linhas aéreas moçambicanas que estava desaparecido desde sexta-feira foi encontrado este sábado num parque do Nordeste da Namíbia. Não foram encontrados sobreviventes. O aparelho levava 34 pessoas a bordo.

"O avião estava completamente queimado e não há sobreviventes”, afirma um oficial da polícia namibiana citado pela agência Reuters.

O aparelho fazia a ligação Maputo/Luanda. Desapareceu a meio da viagem, tendo sido iniciadas buscas “por parte das Forças Armadas e Aéreas de vários países da região, nomeadamente Angola, Namíbia, Botsuana", afirmou o secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, à Renascença.

José Cesário admitia, ontem à noite, que poderia haver portugueses a bordo do avião, mas não tinha ainda um número certo para avançar.

A aeronave das Linhas Aéreas Moçambicanas é um Embraer 190, com autonomia de 4450 quilómetros, podendo levar 100 passageiros e atingir os 900 quilómetros por hora.

Seguiam a bordo do voo TM 470 28 passageiros (27 adultos e uma criança) e seis tripulantes.