Governo avança com nova linha de crédito para o sector social

28 jan, 2013

Novo mecanismo visa reforçar a resposta às necessidades das instituições sociais em tempo de crise.
O ministro Pedro Mota Soares anunciou uma nova linha de crédito para o sector social. No total, são 37,5 milhões de euros disponibilizados pelo Estado e por uma instituição bancária.

Os montantes e as condições foram avançados pelo ministro da Solidariedade e da Segurança Social. "Uma linha de crédito de 12 milhões e meio de euros para o reequilíbrio financeiro das instituições sociais, a que o Montepio se juntou com uma verba adicional de 25 milhões de euros, num total de 37 milhões de euros e meio", detalhou.

"Introduzimos também como limite máximo deste apoio: 100 mil euros por cada instituição", acrescentou Pedro Mota Soares.

No início do mês, na Covilhã, o ministro estimou que o sector da economia social "emprega hoje cerca de 250 mil pessoas e tem capacidade de crescer, mesmo num tempo de dificuldades".