O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Pensionistas ainda vão receber reforma por inteiro em Janeiro

20 dez, 2012

Serviços estão a processar as reformas de Janeiro sem reflectir as novas medidas de austeridade. Em Fevereiro, as pensões já devem incluir os cortes.
Os pensionistas ainda vão receber as reformas por inteiro em Janeiro. Segundo o "Diário Económico", a Segurança Social e a Caixa Geral de Aposentações estão a processar as reformas sem os novos cortes, sem o aumento de impostos e sem o pagamento do duodécimo do subsídio de Natal.

Só em Fevereiro, segundo o jornal, é que os pensionistas devem receber as reformas já com a austeridade reflectida.

O fiscalista Tiago Caiado Guerreiro encara com normalidade esta situação, porque só é "possível aplicar os novos cortes com a entrada em vigor do Orçamento". Por isso, explica o fiscalista, "o que vai acontecer é que posteriormente vão ser aplicados os cortes na totalidade e irão ser feitos os acertos retroactivamente".

Quer isto dizer, alerta Tiago Caiado Guerreiro, que "mesmo que as pessoas não sintam na carteira em Janeiro" a austeridade, "senti-la-ão no mês seguinte e com o peso de Janeiro incluído".