Amores de estudante

20 nov, 2012 • Marília Freitas

Aureliano da Fonseca compôs, em 1937, "Amores de Estudante", considerado o hino dos estudantes universitários. Hoje, aos 97 anos, o médico dermatologista ainda dá consultas. Esta semana, a Renascença conta-lhe histórias que ultrapassam qualquer idade.
Amores de estudante
Amores de estudante
Em 1937, o então estudante de medicina Aureliano da Fonseca, compôs "Amores de Estudante", aquele que é considerado o hino dos estudantes universitários. Hoje, tem 97 anos, é médico dermatologista e ainda dá consultas três vezes por semana. Nos tempos livres, dá palestras, dedica-se à escrita, à fotografia e, claro, à música. Quer "ficar sempre estudante" e garante que a velhice ainda não apareceu na sua vida.


AS FOTOS PARA ESTA REPORTAGEM FORAM CEDIDAS POR INÊS ROCHA/OUP
NOTA: SE ESTIVER A CONSULTAR ESTE ARTIGO NA APLICAÇÃO DA RENASCENÇA PARA ANDROID, IPAD, IPHONE OU MOBILE, TEM DE IR À ÁREA DA V+ PARA VISUALIZAR O VÍDEO