O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|

Governo vai apoiar equipamentos para poupar água em casa e na agricultura

12 jun, 2012

Assunção Cristas recusa a ideia de multar quem gasta demais. Objectivo é estimular o uso mais poupado da água, diz.
O Governo está a ponderar apoiar a instalação de equipamentos que permitam poupança de água nas habitações. A ministra do Ambiente, Assunção Cristas, apresentou esta terça-feira o programa de uso eficiente de água, que, no caso da utilização doméstica, pode passar por comparticipação para autoclismos ou lava-louças mais eficientes.

"O consumo doméstico está na nossa ideia podermos fazer todo o processo de certificação de uma série de equipamentos que conduzem a uma poupança de água. Estamos a falar de autoclismos, loiças sanitárias, de cozinha e por aí fora, onde podemos promover um menor consumo do recurso água", refere Assunção Cristas.

O sector da agricultura é o que mais água desperdiça em Portugal. A ministra, que também tem esta tutela no Governo, avança outra medida: "No caso da agricultura, é essencial um regadio mais eficiente, com menos gasto de água. Num passado recente foi feito um caminho e hoje gasta-se menos água na agricultura e com melhores resultados, com mais produtividade".

Assunção Cristas recusa, porém a ideia de penalizar quem gasta mais: “O caminho que queremos seguir é de estimular, nomeadamente apoiando o investimento, que haja regadio mais competitivo, mas que essa área regada corresponda a um uso muito mais poupado do recurso água”.