O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Quase meio milhão de clientes da EDP está a pagar mais do que devia

12 jun, 2012

Falhas nos contadores de tarifas bi e tri-horárias estão a lesar os clientes. Empresa promete devolver dinheiro e ERSE vai analisar o assunto.
Quase meio milhão de clientes da EDP está a pagar mais do que devia
Cerca de 480 mil clientes de EDP com tarifa bi-horária e tri-horária estão a pagar mais do que deviam, porque os contadores não estão a funcionar com a data e a hora correcta. Em alguns casos, há uma diferença de duas horas.

A conclusão é de um estudo realizado pela Deco a mais de 160 habitações.

“Analisámos 165 contadores, constatámos que quase 60% apresentavam uma hora incorrecta. No levantamento realizado entre Março e Abril, 12% registavam mais de 30 minutos de diferença e cerca de 14% entre 11 e 30 minutos. Isto tem como consequência os consumidores terem deslocado os seus consumos para aquilo que consideravam ser horas de vazio, quando na verdade estavam a ser facturados por horas em cheio e, portanto, pagaram uma factura mais elevada do que a que deveriam pagar”, afirma Ana Tapadinhas, da associação de defesa do consumidor, à Renascença.

Exige-se, por isso, “uma auditoria independente aos contadores da EDP, de modo a que a entidade reguladora do sector, a ERSE, possa agir de forma independente, sem se basear apenas nos dados que são fornecidos pela empresa”, defende a Deco.

A Renascença já falou com a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), segundo a qual os clientes da EDP devem ser compensados pelas falhas detectadas nos contadores. Fonte da ERSE avança que já tinha sido feita uma auditoria e que foram confirmadas as anomalias. O assunto vai agora ser debatido no conselho tarifário.

Contactado esta manhã, o serviço de apoio a clientes da eléctrica admite que houve, de facto, problemas nas horas e datas com que os contadores das tarifas bi e tri horárias foram programados.

Como os aparelhos não podem ser reprogramados, foram trocados por outros, sendo que, em muitos casos, o cliente não foi informado da troca.

Mais: diz a EDP que o erro nas tarifas será de apenas 10 a 20 minutos, mas o cliente não tem forma de saber se esse período de tempo é ou não o correcto, devido à troca de contadores.

A empresa assegura que irá, cliente a cliente, perceber quanto foi o valor cobrado a mais, para o creditar em próximas facturas.