O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|

Emigração de jovens pode originar novo ciclo de envelhecimento

08 mar, 2012

Menos jovens em Portugal e mais idosos em poucas décadas.
A falta de crianças que hoje existe em Portugal não se deve à pouca vontade dos portugueses em terem filhos, mas à emigração dos anos 60 e 70, diz Eduardo Rodrigues, investigador e sociólogo da Universidade de Porto.

Eduardo Rodrigues considera que Portugal pode voltar a ter, dentro de 20 ou 30 anos, um novo problema de envelhecimento populacional.

Com uma agravante: “Estamos a exportar gente mais qualificada e com capacidade de criação bem mais forte” do que nas décadas de 60 e 70, afirma à Renascença.