O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Ouvir Emissão
Acabou de Tocar LAURA BRANIGAN - SELF CONTROL Acabou de Tocar

Últimas NotíciasPaísMundoPolíticaEconomiaReligiãoCulturaSaúde e CiênciaInfo A-ZEspeciaisSínodoPodcast

Quarenta e oito recém-licenciados vão identificar idosos sós em Lisboa

  • Áudio Jornalista Ana Lisboa falou com director do Intergerações

Equipas começam a passar a capital a “pente fino” a partir desta segunda-feira.
05-03-2012 8:28 por Ana Lisboa
A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa vai fazer a identificação dos idosos que vivem sós na cidade, através do programa intergerações. Durante três meses, 48 jovens recém-licenciados vão percorrer a capital a partir desta segunda-feira e bater à porta de cerca de 36 mil casas para sinalizar situações de risco.

O número baseia-se no último censos, cujos dados provisórios indicam que há 35.470 pessoas com mais de 65 anos a viver sozinhas. As respostas a dar são da mais variada ordem, "mas sempre adequadas às necessidades de cada pessoa".

“Não são só respostas sociais que temos que encontrar. Pode haver idosos sozinhos cuja resposta necessária poderá ser o apoio domiciliário, mas pode haver outros idosos cuja resposta terá de ser o lar”, refere à Renascença o director do programa, João Marrana. 

Os 48 jovens, que vão ser distribuídos por oito equipas, são recém-licenciados nas áreas da saúde, psicologia, acção social e sociologia. O trabalho é feito em estreita colaboração com as juntas de freguesia, o comércio e as instituições locais, bem como com o apoio da PSP.
PARTILHAR

Comentários (4)
  • » Ivone Rodrigues, suisse, 13-04-2012 18:20

    Boa tarde fico feliz por saber que ainda hà pessoas com boas iniciativas espero que outros sigam o exmplo estou longe mas espero brévemente fazer algo pelos nossos e peço a toudos os portugueses espalhados pelo mundo que pensem que o nosso pais preçisa de nos toudos .
  • » Alcina carvalho, coimbra, 05-03-2012 14:16

    Bom tarde, de facto estou verdadeiramente feliz por esta boa notícia. Afinal ainda há gente com imaginação e com vontade de ajudar quem precisa. Eu moro na zona de Coimbra e gostaria muito que houvesse esta iniciativa. Eu gostaria muito de ajudar. Mais uma vez PARABENS é de louvar.
  • » lena......BRASIL , BRASIL, 05-03-2012 13:36

    com certeza são pessoas que no passado colaboraram com o progresso de PORTUGAL.merecem sim ser tratadas com carinho.acho uma boa idéia,muitas das vezes as familias não tem atitude.SE for rico eles tem enterece no dinheiro.
  • » Miguel Moutinho, Valpaços, 05-03-2012 9:36

    Bom dia, aqui está uma boa notícia para começar bem a semana. Os idodos a viverem sozinhos representam um grave problema a nível nacional que, se as instituições locais quiserem controlam rapidamente. Todos os municípios devem olhar para esta notícia e implementá-la. A 1ª fase deve ser a sinalização dos casos, mas posteriormente é necessário desenhar um plano de ação que vá para além do apoio domiciliário (existente atualmente) ou da institucionalização dos próprios idosos. Está a ser dado o 1º passo e aqui ficam os meus parabéns pela iniciativa.

Deixe aqui o seu comentário relativo a este artigo. Todos os comentários estão sujeitos a mediação.

Tem 1500 caracteres disponíveis

Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.


Entrar Renascença V+
Sem almofadas não será possível cumprir meta do défice



INFORMAÇÃO      BOLA BRANCA      PROGRAMAÇÃO      MÚSICA      MULTIMÉDIA      OPINIÃO