O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|

Mais de mil portugueses querem um Dia do Irmão

15 mai, 2015

Petição promovida pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas defende que a nova data se assinale a 31 de Maio.
Está em curso uma recolha de assinaturas para que 31 de Maio passe a ser o Dia do Irmão. Já foram recolhidas 1.350 assinaturas.

O deputado do CDS Ribeiro e Castro tem sido o rosto da iniciativa lançada pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas, que pretende entregar uma petição no Parlamento.

Para o deputado, o Dia do Irmão é a festa da família que falta no calendário. Porquê 31 de Maio? "É o último dia do mês de Maio, que é um mês muito ligado à família. Começa com o Dia da Mãe, é também o dia em que se celebra, por deliberação da Assembleia Geral das Nações Unidas, o Dia Internacional da Família, no dia 15 de Maio, e é véspera do Dia Mundial da Criança”, explica.

Ribeiro e Castro alega que a relação entre irmãos é muito forte e que até os avós têm um dia.

A recolha de assinaturas para a petição está a decorrer na internet.

Esta sexta-feira, assinala-se o Dia Internacional da Família.