O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Bastonária dos Advogados acusa. MP violou segredo de justiça no caso Sócrates

30 jan, 2015

"É a própria investigação criminal que entrega e tem relações perigosas e promíscuas com a comunicação social", diz Elina Fraga à Renascença.
Bastonária dos Advogados acusa. MP violou segredo de justiça no caso Sócrates
Bastonária dos Advogados acusa. MP violou segredo de justiça no caso Sócrates
A bastonária da Ordem dos Advogados, Elina Fraga, acusa o Ministério Público da prática do crime de violação do segredo de justiça no caso José Sócrates. “Se o próprio Ministério Público participa nessas fugas parece-me que será difícil encontrar os culpados”, disse. Em declarações ao “Em Nome da Lei”, da Renascença, Elina Fraga refere que “é a própria investigação criminal que entrega e tem relações perigosas e promíscuas com a comunicação social”.

A bastonária da Ordem dos Advogados, Elina Fraga, acusa o Ministério Público da prática do crime de violação do segredo de justiça no caso José Sócrates.

“Se o próprio Ministério Público participa nessas fugas parece-me que será difícil encontrar os culpados”, disse.

Em declarações ao “Em Nome da Lei”, da Renascença, Elina Fraga refere que “é a própria investigação criminal que entrega e tem relações perigosas e promíscuas com a comunicação social”.

“Este caso evidenciou que ainda antes de haver advogados no processo já se violava o segredo de justiça”, acrescenta.

A bastonária conta que uma advogada lhe disse que “aquilo que viu publicado numa determinada comunicação social correspondia 'ipsis verbis' àquilo que viu no processo”.

O “Em Nome da Lei” é transmitido na Renascença ao sábado entre as 12h00 e as 13h00.