|

Tem pernas para descobrir a face escondida do Douro?

12 set, 2014 • Olímpia Mairos

Há percursos de 15, 40 e 80 quilómetros, mas também a mais tranquila caminhada. Este fim-de-semana há Réccua Douro Ultra-Trail.

Tem pernas para descobrir a face escondida do Douro?
O Douro recebe, este sábado e domingo, a primeira edição do Réccua Douro Ultra-Trail, um evento desportivo que contará com mais de 1.200 pessoas.

No primeiro Réccua Douro Ultra-Trail vão participar atletas profissionais, mas também amadores. O trail é uma corrida realizada em percursos de natureza com diferentes níveis de dificuldade que variam consoante os terrenos.

Haverá provas de trail (40 quilómetros) e ultra-trail (80 quilómetros).

É "uma oportunidade única de conhecer o Douro por caminhos e trilhos pouco percorridos", diz à Renascença João Marinho, atleta e responsável pela empresa Nexplore, de Amarante, que organiza o evento.

O evento divide-se em três percursos: o mais exigente, de 80 quilómetros, com início e fim no Peso da Régua, passando pelo ponto mais alto da Serra do Marão; um intermédio de 40 km, que liga Mesão Frio a Peso da Régua, permitindo usufruir de trilhos e aldeias de montanha e dos socalcos vinhateiros; e um outro, de 15 km, entre Santa Marta de Penaguião e Peso da Régua.

Paralelamente, realiza-se uma caminhada, fora do contexto competitivo, também entre Santa Marta de Penaguião e Peso da Régua.

Para além da importância desportiva, a organização salienta ainda a relevância da prova na "dinamização da economia" do Douro e na promoção turística do território.

"Nos dias da prova, os hotéis da região estão esgotados e os restaurantes associados vão estar em funcionamento durante a madrugada", ilustra João Marinho.