O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Activistas portugueses recebem prémio europeu de cidadania

02 mai, 2014

Galardão “Personalidade do ano” será entregue sábado a organizadores da manifestação “Geração à Rasca”, após milhares de votos on line.

Os fundadores da Associação Academia Cidadã, João Labrincha e Pedro Santos, vão receber no sábado, em Estrasburgo, o prémio "Personalidade do Ano", atribuído pelo Fórum Cívico Europeu, tendo recebido vários milhares de votos pela Internet.

"Obrigado a quem nos nomeou e a todas as pessoas que votaram. É um reconhecimento pelo que temos feito desde o protesto da Geração à Rasca até à criação da Academia Cidadã. O prémio é para todas pessoas que não desistem de lutar por um mundo mais justo e solidário e para toda gente, em Portugal, que se recusa a abandonar o país e a deixar as nossas vidas entregues a burocratas não eleitos e a fanáticos da austeridade", afirmou João Labrincha, um dos principais envolvidos na manifestação "Geração à Rasca", que decorreu em Lisboa em 2011.

O galardão integra os "Prémios Europeus da Cidadania Democrática", atribuídos pelo Fórum Cívico Europeu, e será entregue no sábado, numa cerimónia na Câmara Municipal de Estrasburgo, em França, com a presença da eurodeputada Catherine Trautmann (Socialistas Europeus) e de Nawel Rafik-Elmrini, vice-presidente do município.

No dia seguinte, os premiados participarão nas actividades do "Dia de Portas Abertas" do Parlamento Europeu.

O Fórum Cívico Europeu reúne mais de cem associações e organizações não-governamentais de 27 países na Europa.