Naufrágio

Meios de busca reforçados nas Astúrias para encontrar pescadores

18 abr, 2014

Embarcação "Mar Nosso" naufragou na quinta-feira nas Astúrias com 12 pessoas a bordo. Três portugueses morreram e dois estão desaparecidos.
Meios de busca reforçados nas Astúrias para encontrar pescadores
Um helicóptero da Junta da Galiza vai render, esta sexta-feira de manhã, o meio aéreo do Centro de Busca e Salvamento de Gijon, envolvido nas buscas pelos dois pescadores portugueses desaparecidos no naufrágio que ocorreu ontem nas Astúrias.

Na zona do naufrágio do navio "Mar Nosso", em que seguiam 12 tripulantes, estão, além de um helicóptero, cinco ou seis embarcações de pesca, segundo indicou à Renascença a porta-voz do Centro de Coordenação de Salvamento Marítimo de Gijon.

Dos 12 tripulantes, sete foram resgatados com vida, entre os quais dois portugueses, ainda hospitalizados.

Três pescadores portugueses, naturais das Caxinas, Vila do Conde e da Póvoa de Varzim, morreram neste naufrágio.

O "Mar Nosso" tem pavilhão português e armador de Marín (Pontevedra). Encontrava-se na faina da cavala quando naufragou, 20 milhas ao norte da ria de Navia por causas ainda desconhecidas. O mar apresentava boas condições.

A tripulação era constituída por cinco marinheiros galegos (todos resgatados com vida) e sete portugueses.