|

Cortes orçamentais caíram “como uma bomba” na PJ

22 out, 2013

Em 2014 a judiciária terá menos 76% de orçamento para combustíveis e nenhuma dotação para compra de munições.

O orçamento da Polícia Judiciária (PJ) para 2014 não prevê verba para comprar munições e as despesas com combustível levam um corte de 76%, face a este ano.

Esta constatação surpreendeu os investigadores da PJ, que não vêem, assim, condições  para poderem cumprir a missão que lhes cabe.

O presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal (ASFIC), Carlos Garcia, diz que, se a proposta ficar como está, a PJ vai ter que parar. “Caiu como uma bomba, aqui, entre os investigadores da Polícia Judiciária, porque, de facto, a efectivarem--se esses cortes que estão previstos nessa proposta, não será possível à Polícia Judiciária desenvolver a sua missão e portanto terá de parar”.

O líder da ASFIC dá alguns exemplos dos cortes que mais afectam os serviços: “Na rubrica de combustíveis, há um corte de 76%. Quer a ASAE quer o SEF, ou mesmo a Presidência do Conselho de Ministros, têm um valor superior. O corte nos bens e serviços, que é aquilo que permite a operacionalidade da polícia, é de cerca de 66% e isto deixa-nos enormemente preocupados”.

Quanto às munições, a preocupação não é imediata, porque “haverá um stock”, mas o problema “poderá pôr-se para 2015”.

“O que me preocupa é que também possa estar em causa o tiro normal, que as pessoas têm de fazer, para manutenção. Temo que esse tenha de ser reduzido, por força de o stock não ser suficiente, mas o problema maior será para 2015, não havendo compra de munições em 2014”, explica .

O presidente da ASFIC já tem encontros marcados com a ministra da Justiça e vai também pedir reuniões com os grupos parlamentares para tentar sensibilizar os partidos para esta situação.

Também o director nacional adjunto da PJ, Pedro do Carmo, diz que o Ministério da Justiça garantiu que vai fazer tudo o que puder para reforçar e alterar o orçamento da PJ.da PJ.
 
[Notícia actualizada às 12h46]