O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Ouvir Emissão
Acabou de Tocar BRUNO MARS - LOCKED OUT OF HEAVEN Acabou de Tocar

Últimas NotíciasPaísMundoPolíticaEconomiaReligiãoCulturaSaúde e CiênciaInfo A-ZEspeciaisSínodoPodcast

"Troika" admite que subsídios de férias e Natal acabem de vez

  • Áudio As recomendações da "troika"

"Teremos que ver isso. Por agora, por razões constitucionais, a duração é de dois anos. Teremos que ver se isto se tornará uma medida permanente ou não, mas isso agora não foi discutido", refere o chefe adjunto da missão da "troika", Peter Weiss.
03-04-2012 12:18 por Daniel Rosário, em Bruxelas
A “troika” não exclui que o corte dos subsídios de férias e de Natal dos funcionários públicos portugueses venha a ter carácter permanente.

O fim do 13º e do 14º mês deverá durar até 2013, enquanto durar o programa de ajustamento, mas, na apresentação da mais recente avaliação da implementação deste programa por Portugal, Peter Weiss, o chefe adjunto da missão da “troika”, não descartou a possibilidade de tal medida vir a assumir carácter permanente.

“Teremos que ver isso. Por agora, por razões constitucionais, a duração é de dois anos. Teremos que ver se isto se tornará uma medida permanente ou não, mas isso agora não foi discutido”, afirmou.

Na apresentação do relatório, Weiss destacou ainda o aumento do desemprego e os seus custos orçamentais como a principal preocupação dos credores internacionais. Por isso, a “troika” defende que Portugal reduza ainda mais a duração do subsídio de desemprego prevista para os trabalhadores com mais de 20 anos de serviço.

Quanto ao aumento do desemprego, que atingiu os 15% e superou as previsões da própria “troika”, a explicação deste responsável europeu é, no mínimo, peculiar: “Pode até acontecer a pedido dos trabalhadores, que é claro que estão interessados em ter uma maior duração do subsídio de desemprego, que pedem ‘em vez de me despedir em Abril, despeça-me em Março’ - pode ser isso. Isto está sempre a acontecer: quando se aumenta os impostos sobre o tabaco, as pessoas começam a comprar cigarros. Isto é um comportamento normal. Não temos quaisquer provas disso, mas avancei isso como uma das razões, porque, como eu disse ,nós não entendemos completamente os números”.

No cômputo geral,  a “troika” consdiera que o desempenho de Portugal está a ser assinalável e dá luz verde ao pagamento dos 15 mil milhões de euros da quarta tranche do programa de ajuda, o que poderá acontecer no final de Maio ou início de Junho.

A Comissão Europeia apresentou o seu relatório sobre a terceira avaliação do programa de ajuda externa. O documento é globalmente positivo para Portugal, mas inclui alguns alertas, nomeadamente sobre o desemprego e o custo excessivo das rendas de energia.
PARTILHAR

Comentários (455)
  • » armando, coimbra, 10-08-2012 23:01

    Se é para sacrificar: Vamos lá a começar do zero; Importar o mínimo e exportar o que fôr possível ficando esses senhores a saber que se querem receber tem que nos comprar...porque emprestarem-nos dinheiro com juros altos, só é negocio para eles.
  • » joaquim pedroso, torres vedras, 03-05-2012 11:42

    eles(politicos) sabem que estão a lidar com um povo BANANA !!!sempre nos preocupámos mais em saber do que se falava nos atingia diretamente ou nao!!! se não...SIGA PARA BINGO !!! muintos agora na miseria pedem ...SOLIDARIEDADE !!! egoismo dum povo...AO MAIS ALTO NIVEL...sabem o que é o exercicio da cidadania? á muinto que o deviam praticar e isto nao estava como está,assim somos uns fracos e eles(politicos profissionais onde nunca á desemprego) são uns...ILUMINADOS,ou seja ...seres superiores!!!
  • » Vitor Silva, Carregado, 02-05-2012 9:09

    Assim não é voltar ao tempo do Salazar !!!
  • » mariazinha, coimbra, 01-05-2012 22:54

    Aos Troikas pergunto se já deixaram de receber os subsídios. Pois é ,com o corte dos subsídios alguns seguros deixaram de ser pagos.Quem está a ganhar com esta medida? Mandem a Troika fora daqui ,pois antes d atroika havia menos miséria
  • » ac, lx, 01-05-2012 20:12

    MENTIRAS SOBRE MENTIRAS....... E OS ROUBOS CONTINUAM...... SERÀ QUE VIRÁ O DIA EM PASSOS VEM DIZER QUE PARA RESPIRAR CADA PORTUGUES TEM DE PAGAR UM IMPOST ??????
  • PUB
  • » maria azevedo, matosinhos, 01-05-2012 10:20

    A credibilidade deste governo é tanta e tão pouca que entregaram Portugal de mão beijada há Troyca, já agora que descubram o caso BPN para ver se dá para que os portugueses recebam os suas reformas ou seja os suicídios que este governo nos tirou, quer isto dizer que nós estamos apagar o que os nosso governantes roubaram, porque as minhas dividas sou eu que as pago com muito sacrifício( porque há um ditado que diz que não rouba e não herda o morre ou fica no lixo)
  • » Pedro, Bencatel, 30-04-2012 21:43

    Continuem a votar neles.
  • » cidadão, Portugal, 27-04-2012 23:44

    Há um ano dizia Passos Coelho que retirar o subsídio de Natal era uma idiotice. De imediato após se ter apossado do «pote» foi a «primeira» medida emblemática: retirar parcialmente o subsídio de natal. Mas ao fim de cinco meses decretou retirar não só o subsídio de Natal mas também o subsídio de férias, Não por um ano mas anunciou que seria até 2013, Agora diz que será até 2015. Entretanto já se prepara para os retirar definitivamente. E não venham com a troika que tens costas largas. É este governo liderado pelo PSD e CDS que insiste em nos fo.. empobrecer. Que nomes eu poderei chamar a estes políticos que na oposição apregoavam transparência e clamavam que o povo português não suportava mais impostos ?...
  • » Eu, setubal, 27-04-2012 22:32

    TROIKA? qual delas, PASSOS PORTAS CAVACO? Isto de fazer ou querer fazer as coisas e depois desculparem-se com a troika tem de acabar. Cambada de oportunistas e mentirosos
  • » Maria Natividade, Santarem, 25-04-2012 18:31

    O Sr Peter (troika) fala muito bem porque ele ganha aos milhares, nem deve saber o que é ir ao supermercado e ter que verificar se os euros k tem chegam para comprar o k precisa, e é triste virem elementos de outro País darem ordens de como se deve gerir um País k nem é o deles, nem deve saber o k é comprar gasolina, pagar as oficinas os selos do carro, a maior parte das pessoas utilizavam os subsidios para isso mesmo...... e eles querem lá saber
  • PUB

Deixe aqui o seu comentário relativo a este artigo. Todos os comentários estão sujeitos a mediação.

Tem 1500 caracteres disponíveis

Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.


Entrar Renascença V+
Se se atrasar no IRS, perde parte das deduções



INFORMAÇÃO      BOLA BRANCA      PROGRAMAÇÃO      MÚSICA      MULTIMÉDIA      OPINIÃO