O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|

Lucro da Sonae caiu para 103 milhões em 2011

14 Mar, 2012

Empresa justifica a quebra de 38% com a contracção do consumo privado e dificuldades bancárias.
O lucro líquido atribuível aos accionistas da Sonae caiu 38% no ano passado, face a 2010, para 103 milhões de euros. A empresa anunciou hoje que estes resultados se devem, sobretudo, à contracção do consumo privado e às dificuldades bancárias.

Em comunicado divulgado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Sonae refere que o seu volume de negócios diminuiu 2% em 2011, passando para 5,73 mil milhões de euros.

O EBITDA (resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações), ou seja, o dinheiro gerado pela empresa para pagar despesas como os impostos, encargos com a dívida e dividendos dos accionistas e ainda para criar reservas, desceu 8%, para 671 milhões de euros.