Qual é o supermercado mais barato do país?

21 nov, 2014 • Fátima Casanova

A Deco visitou 500 supermercados e comparou 40 mil preços, concluindo que as diferenças de preços podem representar uma poupança de 350 euros anuais.
Qual é o supermercado mais barato do país?

O Jumbo reforçou a liderança da tabela de cadeias de distribuição que vendem mais barato. As contas foram feitas pela Deco depois de ter visitado 500 estabelecimentos de venda e ter analisado mais de 40 mil preços.

"A liderança continua a ser do Jumbo. Depois, o Pingo Doce trocou de lugar com o Continente-Modelo e passou o Pingo Doce a ocupar a segunda posição, tendo o Continente caído para terceiro, diz à Renascença o coordenador do estudo, António Souto.

A associação para a defesa do consumidor esteve em 78 concelhos do continente e ilhas e garante que, na morada certa, é possível poupar nas compras até 350 euros por ano.

Por distrito, Vila Real, Viana do Castelo e Portalegre são aqueles que apresentam menor diferença de preços, ou seja, onde o consumidor pode poupar menos.

Por outro lado, Setúbal, Faro e Santarém são os distritos onde se registaram as maiores diferenças e onde as poupanças podem, por isso, ser maiores.

"No distrito de Setúbal consegue-se poupar mais ou menos 350 euros se optarmos pelo Jumbo em vez do Spar, num carrinho na ordem dos 150 euros mensais", esclarece.

António Souto revelou ainda que, em alguns casos, até nem é preciso andar muito para conseguir poupanças significativas. “Verificámos, por exemplo, na cidade de Aveiro, nas mesma avenida, consegue-se uma poupança de 75 euros anuais para o mesmo cabaz. Isto se trocarmos o Spar pelo Minipreço. No Entroncamento, consegue-se uma poupança de quase 90 euros, andando cinco minutos, troca-se o Minipreço pelo Pingo Doce”, descreve.

Este ano, 38 lojas recusaram colaborar neste estudo da Deco/PROTESTE, muitas alegando que estavam insatisfeitas com os resultados dos estudos anteriores.

Leia o estudo no "site" da Deco