O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Ouvir Emissão
Acabou de Tocar ADELE - ROLLING IN THE DEEP Acabou de Tocar

Últimas NotíciasPaísMundoPolíticaEconomiaReligiãoCulturaSaúde e CiênciaInfo A-ZEspeciaisPodcast

Conselheiros de Estado recebidos com assobios em Belém

Concentração frente ao Palácio de Belém contra a austeridade

À porta decorre uma vigília com centenas de manifestantes. Vítor Gaspar foi o primeiro a chegar e levou uma projecção "PowerPoint" para apresentar ao Conselho.
21-09-2012 17:08
Já estão reunidos no Palácio de Belém os 19 conselheiros de Estado para um encontro com o Presidente da República, que conta também com um convidado especial, o ministro das Finanças, que foi o primeiro a chegar e levou uma projecção "PowerPoint" para apresentar.

À porta da reunião decorre uma vigília com centenas de manifestantes que protestam contra as recentes medidas de austeridade anunciadas pelo Governo. À medida que chegavam os carros com os conselheiros eram recebidos com assobios e gritos de “gatunos”.

Além de muitos reformados, o protesto conta também com militares e ex-fuzileiros. Espera-se mais pessoas já que a manifestação estava convocada nas redes sociais para as 18h00.

Durante a concentração vai ser cantada a "canção heróica" de José Gomes Ferreira e Fernando Lopes-Graça "Acordai!" – uma iniciativa promovida pelas cantoras líricas Ana Maria Pinto e Mónica Monteiro e pela professora de música Sofia Cosme, que também já reuniu cerca de meio milhar de adesões nas redes sociais, nomeadamente, membros de grupos corais.

Em cima da mesa no Conselho de Estado estão as mais recentes medidas de austeridade anunciadas pelo Governo. A reunião vai ter duas partes, na primeira, o ministro das Finanças vai fazer uma apresentação do estado das contas nacionais e a mais recente avaliação da "troika". Depois o ministro abandona o Conselho de Estado e o Presidente discute com os conselheiros as matérias apresentadas.

Antes desta reunião, ao final da manhã, em Évora, Cavaco Silva lembrou que nada é ainda definitivo e que as medidas que o primeiro-ministro anunciou têm que ser aprovadas pelos deputados.
PARTILHAR

Comentários (22)
  • » Mafalda, coimbra, 21-09-2012 23:44

    Infelizmente o "povo" português andou adormecido por mais de uma década... E como diz o outro: quem adormece na democracia, acorda na ditadura!! A ditadura da engenharia social, da corrupção, das desigualdades entre classes, dos privilégios régios de políticos, bancos e grupos económicos de influência, dos lobbies... enfim! Resta agora, tornar a sentir o pulsar da vida real, do país real e saber exigir dos "governantes" o estrito cumprimento das mais elementares regras de um Estado democrático!! Basta de regimes de excepção, basta de isenções fiscais duvidosas, basta de financiamentos públicos e negociatas pouco transparentes, basta de "salvar" BPN´s que valem dois pontos percentuais da divida portuguesa, basta de impunidades perante adelapidação do erário público, basta de pensões de velhice miseráveis, basta de milhares no desemprego, basta de cortes cegos nas prestações sociais, basta de subvenções estatais vitalicias e chorudas àqueles que arruinaram o país... BASTA!!
  • » H. Miguel, Lisboa, 21-09-2012 20:46

    Ó senhor Carlos Antunes, o país está na degradação social que se conhece e o senhor está preocupado com o que chama de calúnias e difamações nas manifestações? Bem sei que este país é uma pseudo-democracia, mas só faltava nem nas manifestações haver liberdade de expressão. Já agora, dado que a ditadura está há muito instalada no modo como os políticos sem dar satisfação se servem dos dinheiros públicos, também se coarcta a liberdade de protesto, não? Sei que em termos socio-económicos caminhamos para o tempo da velha senhora, mas calma, não apresente já candidatura espontânea a uma neo-PIDE. E para mais, calúnia e difamação assentam na mentira. Os políticos são gatunos, criminosos, corruptos, onde está a mentira? Espoliam as classes trabalhadoras enquanto governantes, deputados e gestores públicos acumulam subsídios, dispõem de ajudas de custo, empregam familiares e amigos, agem com interesses empresariais estreitos e servem-se do bem público para uso privado. Não há dinheiro para pensionistas e trabalhadores que levam para casa menos que o ordenado mínimo, mas há milhões para enterrar em bancos que as elites roubaram, as gestões da Galp e EDP e TAP e CGD auferem milhões, enterram-se mais milhões nas PPP's, e ninguém é chamado à barra da justiça por de forma dolosa, leviana e corrupta fazer uso de dinheiro do Estado que somos todos nós. Não há criminalização dos actos políticos danosos, como houve na Islândia, e o senhor Carlos Antunes quer o povo se cale diante de ladrões?
  • » Joaquim, c paiva, 21-09-2012 20:14

    Todos sabem como se deve fazer para sair da crise, mas a vcerdade é que quando são chamados para resolver o problema esquecem tudo. Desde o 25 de Abril (antes estava mau), nunca apareceu um governo capaz de governar bem o país... Achei piada uma deputada do bloco e outro do pc dizerem que o fmi estava a chantagear o país... puderam o vencimentozinho deles estava em jogo. Como dizia o G. Eanes esperava ver o bloco ou o pc a governar o país, mas vou morrer pelo menos 40 anos antes.
  • » RMFA, Seixal, 21-09-2012 19:50

    Ainda existem Tótós que acham que as manifestações em Portugal são todas orquestradas pelos comunistas, ou são ignorantes ou então parasitas que vivem à conta dos sacrificios do Povo. Só para esclarecer calúnia é uma afirmação falsa e desonrosa, portanto chamar ladrões e mentirosos trata-se meramente de qualificar com adjectivos os nossos governantes.
  • » jesuina, lisboa, 21-09-2012 19:20

    q: o governo ao continuar a preveligiar as ppps, fundações ,etc... etc... etc...está a pedir ao POVO a mesma atitude que teve, que ter, o POVO GREGO|!...
  • PUB
  • » Granito, Lisboa, 21-09-2012 18:45

    ACORDAI.........PARA AS VOSSAS MORDOMIAS.......
  • » Carlos Antunes, Viseu, 21-09-2012 18:33

    Pensei que a calúnia ou difamação eram proibidos por lei. O poder tem medo de mandar identificar esta garotada da CGTP e Cia para os responsabilizar? Podemos permitir que profissionais da agitação, a coberto da impunidade cobarde, continuem a poluir a sociedade? Esta gente não tem nada que fazer?
  • » Jo, Funchal, 21-09-2012 18:31

    Isto..., no mesmo dia em que Sócrates é "votado" como o melhor líder do PS, e Seguro foi segundo.... Como pode Seguro ser 2º se ainda não liderou nada ?
  • » Algarvia, Faro, 21-09-2012 18:20

    Que bom! devia ir mais gente
  • » José Rasteiro, Alandroal, 21-09-2012 18:19

    A constituição da Républica e a democracia tem de ser cumprida e respeitada. Ambas não permitem ao governo, saquear os subsídos aos trabalhadores e reformados, ou subsidiar as empresas pelos trabalhadores. Quem não tem ética nem moral não pode governar e tem que ser demitido. Se isso não acontecer o povo encarregar-sé-á de o fazer e, eleger um governo democrático....
  • PUB

Deixe aqui o seu comentário relativo a este artigo. Todos os comentários estão sujeitos a mediação.

Tem 1500 caracteres disponíveis

Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.


Entrar Renascença V+
"Base-jumpers" saltam dos 92 metros do "Isqueiro da Maia"



INFORMAÇÃO      BOLA BRANCA      PROGRAMAÇÃO      MÚSICA      MULTIMÉDIA      OPINIÃO