|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

Petição pede demissão de Relvas

17 set, 2012

Documento, já assinado por 5.200 pessoas, pretende ser um acto complementar às manifestações que têm decorrido todas as segundas-feiras frente à Assembleia da República.

Foi entregue esta segunda-feira, na Assembleia da República, uma petição com mais de cinco mil assinaturas que sugere a demissão do ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares.

A iniciativa invoca a polémica em torno da licenciatura do ministro, relacionada com informações veiculadas pela imprensa que dão conta de um curso concluído num ano, com apenas quatro cadeiras feitas, e ainda o seu hipotético envolvimento no chamado "caso das secretas".

Sónia Sousa Pereira, uma das subscritoras do documento, admite que o objectivo é que o Parlamento apresente uma moção de censura ao Executivo de Pedro Passos Coelho e desencadeie a queda do Governo.

“Subscrevi este texto porque está em causa a responsabilidade política de um ministro em particular, mas não só dele, de um primeiro-ministro que ao ver os sinais públicos ainda assim pretendeu manter o ministro em funções. Além disso, todo o Governo sendo ele próprio solidário e estar a responder solidariamente perante a assembleia está em causa”, explica a jurista.

A petição, já assinada por 5.200 pessoas, pretende ser um acto complementar às manifestações que têm decorrido todas as segundas-feiras desde 16 Julho frente à Assembleia da República.