O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Ouvir Emissão
Acabou de Tocar ASWAD - DON'T TURN AROUND Acabou de Tocar

Últimas NotíciasPaísMundoPolíticaEconomiaReligiãoCulturaSaúde e CiênciaInfo A-ZEspeciaisPodcast

Fumadores produzem menos 10% que os não fumadores

Estudo indica que um fumador faz, em média, 80 minutos de pausas diárias para fumar num dia de trabalho.
27-03-2012 13:37
Os trabalhadores fumadores produzem, em média, menos 10% que aqueles que não fumam, segundo um estudo do Conselho Nacional para a Prevenção do Tabagismo (CNPT) divulgado esta terça-feira.

O CNPT, que estabeleceu uma relação entre o tabagismo e a produtividade profissional, indica também que um fumador faz, em média, 80 minutos de pausas diárias para fumar num dia de trabalho.

Tendo por base um estudo de observação que apurou o tempo correspondente às pausas diárias de um fumador, o CNPT concluiu que uma pessoa que fume um maço de tabaco por dia faz, em média, cerca de oito pausas de 10 minutos durante uma jornada diária de trabalho de oito horas, despendendo 80 minutos, o equivalente a mais de 10% das horas de trabalho.

Um em cada quatro portugueses é fumador, ou seja, 2,5 milhões. Em média, segundo o Eurobarómetro de 2010, fumam 14 cigarros por dia.

Os dados referem igualmente que o número de portugueses que pretende deixar de fumar tem vindo a aumentar, sobretudo por motivos económicos. Dos 32% que tentaram largar o vício nos últimos quatro anos, apenas 5% conseguiu fazê-lo.
Palavras-chave
tabaco
PARTILHAR

Comentários (1)
  • » SA, USA, 27-03-2012 16:49

    Gostaria de saber quem se lembrou de perder tempo com este tipo de estudo, pois e muito tendencioso, ja que o grande problema na producao nao e quem fuma, ou quem come muito, mas sim quem e calao ou atado e quem nao e, pois no meu caso como fumadora lhes direi que eu no meu sector apesar de ser a unica fumadora, sou aquela que trabalho mais, e mais rapido...podemos agora falar no tempo tirado, tambem tenho resposta para isso pois e dou a minha hora de almoco na companhia, mas apesar de ser muito relativo, pois nao fasso tantas idas ha casa de banho como os meus colegas, nem ando na chamada fofoca, mas por favor nao gastem tempo e dinheiro para o obvio, ja que no que diz a producao, tem muitos factores que influenciao, senao passa a ser um estudo incorrecto para nao chamar inutil e tendencioso...basta dizer o que todos sabemos, faz mal e o melhor era parar.
  • PUB

Deixe aqui o seu comentário relativo a este artigo. Todos os comentários estão sujeitos a mediação.

Tem 1500 caracteres disponíveis

Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.


Entrar Renascença V+
João XXIII, o "santão" que abriu a Igreja ao mundo



INFORMAÇÃO      BOLA BRANCA      PROGRAMAÇÃO      MÚSICA      MULTIMÉDIA      OPINIÃO