Adopção por casais homossexuais vai ser chumbada

24 fev, 2012

Bloco e Verdes praticamente sozinhos na proposta.

Os projectos do Bloco de Esquerda e dos Verdes para permitir adopção por casais homossexuais não vão passar hoje na Assembleia da República. O PCP e o PS defendem ser necessário um debate mais alargado antes de mudar a lei.

Tanto o Partido Socialista como o PSD deram liberdade de voto aos deputados. A deputada social-democrata Andreia Neto apresentou no debate o principal argumento pelo lado do não: “O superior interesse da criança será sempre melhor acautelado se o casal que pretende adoptar seguir as referências de um pai e de uma mãe”, referiu.

Na mesma linha, a deputada do PS Isabel Oneto defende o conceito de “família natural, que são o pai e uma mãe”.

O Bloco de Esquerda considera, por seu lado, que a adopção por casais homossexuais é um direito constitucional.

“Não podendo adoptar crianças, não vêem preservado o direito à constituição de uma família, como a Constituição prevê, nem vêem preservada a igualdade que lhes assiste”, argumenta a deputada Cecília Honório.