|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

Cavaco Silva: "O que é que andaram a fazer os accionistas e os gestores da PT?"

10 nov, 2014 • João Carlos Malta

Presidente da República deixa questão com crítica implícita a Zeinal Bava e a Henrique Granadeiro. Cavaco quer evitar o desmembramento da Portugal Telecom.

Cavaco Silva: "O que é que andaram a fazer os accionistas e os gestores da PT?"
Cavaco Silva: "O que é que andaram a fazer os accionistas e os gestores da PT?"
O Presidente da República, Cavaco Silva, disse esta segunda-feira que os portugueses têm legitimidade para perguntar no seguimento do caso PT: “O que é que andaram a fazer os accionistas e os gestores desta empresa?”. Em visita a Estremoz e Borba, Cavaco Silva respondeu às questões dos jornalistas sobre a manifestação de interesse por parte da angolana Isabel dos Santos em lançar uma Oferta Pública de Aquisição (OPA).

O Presidente da República, Cavaco Silva, disse esta segunda-feira que os portugueses têm legitimidade para perguntar no seguimento do caso PT: “O que é que andaram a fazer os accionistas e os gestores desta empresa?”

Em visita a Estremoz e Borba, Cavaco Silva respondeu às questões dos jornalistas sobre a manifestação de interesse por parte da angolana Isabel dos Santos em lançar uma Oferta Pública de Aquisição (OPA).

O PR até começou por dizer que, dadas as suas responsabilidades, "não deve comentar intenções de negócios". Mas de pronto acrescentou que espera "que se evite o desmembramento da empresa".

Cavaco Silva citou ainda o seu próprio pensamento sobre as questões que levam os países a ter de alienar as empresas mais importantes.

"Antes de ser Presidente da República disse e escrevi que a transferência das grandes empresas para fora do país tem um custo", lembrou Cavaco Silva, ressalvando que "nem todos os economistas concordam com isto".

Cavaco refere que o desequilíbrio das contas externas, situação que Portugal manteve durante anos seguidos, "tem este fim". Ou seja, a necessidade de vender activos a investidores de outras nacionalidades.

Confiança na investigação forense ao BES
A investigação forense que o Banco de Portugal está a levar a cabo em relação ao antigo BES também mereceu breves considerações do PR.

"Todos nós estamos confiantes [nas investigações do Banco de Portugal]", referiu, para depois garantir que não tem mais "nenhuma informação" sobre o assunto.

Segundo a SIC, a auditoria feita pelo Banco de Portugal às contas do BES detectou a existência de quatro "offshore" que fizeram pagamentos de centenas de milhões de euros, nas últimas semanas de Ricardo Salgado à frente do banco.

As transferências de centenas de milhões de euros terão sido realizadas no período de poucas semanas que decorreu entre o anúncio da saída de Salgado e a entrada da equipa liderada por Vítor Bento, tendo sido utilizadas sociedades "offshore" britânicas localizadas nas ilhas britânicas do Canal da Mancha.

Esta investigação pode levar a equipa de Ricardo Salgado a ser acusada da prática de actos ruinosos na gestão do Banco Espírito Santo por ter promovido estas transferências, noticiou a SIC.