RR
|

32 empresas portuguesas podem exportar lacticínios para a China

17 mai, 2014 • Eunice Lourenço

Sector alimentar avançou na reunião da comissão mista Portugal-China.

Dentro de semanas, o leite e lacticínios portugueses podem começar a chegar à China. O processo para a exportação de leite e derivados foi concluído na reunião da comissão mista que decorreu em Pequim, na quinta-feira. E já estão certificadas 32 empresas que podem começar de imediato a fazer negócios para o enorme mercado chinês.

O sector agro-alimentar esteve no topo das negociações da comissão mista, em que participou o vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, e o secretário de Estado da Alimentação, Nuno Vieira de Brito.

Além da conclusão do processo dos lacticínios, houve avanços para a exportação de carne de porco e derivados. No terceiro trimestre deste ano, vai a Portugal uma missão de inspecção fitossanitária chinesa, que é um passo essencial para a certificação. A expectativa é que em 2015 já seja possível exportar.

Para mais tarde ficará a exportação de carne de aves, de citrinos e de equídeos, cujos dossiers de exportação (que são basicamente centenas de respostas a questões técnicas) foram entregues agora.