O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Nutricionistas alertam para risco de alimentos queimados

09 jul, 2014

Risco de cancro aumenta, alerta Autoridade Europeia de Segurança Alimentar.

A Ordem dos Nutricionistas alerta para o risco de os alimentos demasiado tostados poderem ser cancerígenos.

Não quer isto dizer que deve deixar de comer torradas, mas deve ter em atenção que, se o pão ficar queimado e não apenas tostado, pode estar a aumentar o risco de desenvolver cancro.

Os nutricionistas sublinham que não há razões para alarme, mas sublinham que nunca é tarde para melhorar os seus hábitos alimentares.

A conclusão é de um parecer da Autoridade Europeia de Segurança Alimentar e confirma estudos anteriores realizados em animais.

Nalguns alimentos, quando tostados em demasia, forma-se um composto genotóxico, a “acrilamida”, que pode gerar alterações no material genético dos animais e dos humanos, dando origem a tumores.

Alexandra Bento, a bastonária da Ordem dos Nutricionistas, explica que a “acrilamida” está presente não apenas no pão.

A bastonária dos Nutricionistas sublinha que, em vez de ficar alarmado, o consumidor deve é ficar alerta e não comer alimentos queimados.