O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Ouvir Emissão
Acabou de Tocar AUREA - BUSY(FOR ME) Acabou de Tocar

Últimas NotíciasPaísMundoPolíticaEconomiaReligiãoCulturaSaúde e CiênciaInfo A-ZEspeciaisPodcast

Baião

Mulher morre na linha do Douro colhida por comboio

13-08-2013 13:03
Acidente ocorreu cerca das 10h30, quando a vítima atravessava a linha pouco depois de a composição da CP ter parado na estação.

Imprimir Enviar por E-mail Fonte Aumentar Letra Diminuir Letra
Uma mulher morreu esta terça-feira de manhã na linha do Douro, na estação de Mosteirô, em Baião, onde foi atropelada por um comboio que fazia a ligação entre o Porto e a Régua.

Segundo os bombeiros, a vítima foi colhida pelo comboio, cerca das 10h30, quando atravessava a linha, pouco depois de a composição da CP ter parado na estação.

"O que se sabe, pelo que se vê no local, é que a vítima foi apanhada pela parte da frente do comboio", disse à Lusa o comandante dos bombeiros de Baião, José Costa.

O comboio, composto por três composições, ainda se encontra imobilizado na linha para permitir as operações de remoção do corpo, enquanto se aguarda a presença da autoridade de saúde.

Fonte da CP disse à Lusa que o acidente provocou atrasos na circulação naquela linha, mas adiantou que o comboio retomará em breve a viagem em direcção à Régua com duas das três composições.


PARTILHAR

Comentários (2)
  • » Jose Costa, Santa Maria da Feira, 05-09-2013 19:13

    Obrigada Sra. Margarida pelo seu comentário, sou o filha da senhora que morreu, gostaria de saber mais coisa, deixo aqui o meu e-mail jmcvideo@sapo.pt, obrigado
  • » Margarida, Porto, 14-08-2013 17:25

    Tenho consciência que esta notícia visa informar a perda de uma vida, em circunstâncias trágicas. No entanto, gostaria de retificar 1 dos pontos desta informação: O comboio, em questão, que partiu de S. Bento às 9:20, era composto por de 10 carruagens (não 3...) e estava superlotado! Alguns passageiros, como eu (apesar de ter entrado em São Bento, muito antes da hora de partida) não tinham lugar sentado. As 3 carruagens, que referem, na circunstância, as 3 1ªs, seriam as que ficaram imobilizadas, no local, para procederam à remoção do corpo. As restantes, foram "desengatadas" 2 horas após o acidente, para prosseguir viagem. Só quem não conhece a Linha do Douro (surpreendem-me os srs jornalistas do Norte...) acredita que, em agosto, com uma imensa mole de emigrantes e turistas, a maior parte, grupos para excursão em cruzeiros no Douro, parte 1 comboio com apenas 3 carruagens, que transportam menos passageiros que 1 veículo do Metro do Porto. Aproveito para dar testemunho da minha mágoa e solidariedade aos familiares da vítima.
  • PUB

Deixe aqui o seu comentário relativo a este artigo. Todos os comentários estão sujeitos a mediação.

Tem 1500 caracteres disponíveis

Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.


Entrar Renascença V+
Radicais islâmicos com sangue português



INFORMAÇÃO      BOLA BRANCA      PROGRAMAÇÃO      MÚSICA      MULTIMÉDIA      OPINIÃO