O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Ouvir Emissão
Acabou de Tocar SEAL - CRAZY Acabou de Tocar

Últimas NotíciasPaísMundoPolíticaEconomiaReligiãoCulturaSaúde e CiênciaInfo A-ZEspeciaisPodcast

Passos garante que subsídios de 2014 vão ser pagos nos meses habituais

Passos garante que subsídios de 2014 vão ser pagos nos meses habituais

  • Áudio Passos vai pagar subsídios nos meses habituais

Em causa estão os pensionistas e funcionários públicos. Declaração foi feita em Viena durante a cimeira do Partido Popular Europeu.
20-06-2013 16:10
O primeiro-ministro português afirmou esta quinta-feira em Viena que os subsídios de férias e Natal de 2014 dos funcionários públicos e pensionistas vão ser pagos nos meses habituais: Junho e Novembro.

O modelo de pagamento para 2013 "não se vai manter para o próximo ano", disse aos jornalistas Pedro Passos Coelho, à margem de uma reunião do Partido Popular Europeu.

O primeiro-ministro afirmou que a forma de pagamento adoptada para 2013 vigorará "de forma excepcional, porque o Orçamento teve de ser alterado em função da decisão do Tribunal Constitucional". Passos Coelho acrescentou que para o ano o "problema não se põe", pelo que os subsídios vão ser "pagos dentro das datas normais que são pagas a toda a gente".

O Governo foi obrigado a repor o pagamento dos subsídios de férias deste ano, por decisão do Tribunal Constitucional. O Presidente da República, Cavaco Silva, promulgou esta quarta-feira a proposta de lei que institui a reposição deste subsídio.

O diploma estabelece que o subsídio de Natal, que estava a ser pago em duodécimos, passa a ser subsídio de férias. Por outro lado, o subsídio de Natal será pago em Novembro. Esta é a regra geral para os rendimentos mensais acima de 1.100 euros, mas há várias diferenças consoante os rendimentos.

Abaixo dos 600 euros mensais, o subsídio vai ser pago em Junho. Entre os 600 e os 1.100 euros, uma parte é paga em Junho e a restante em Novembro. O outro subsídio é pago em duodécimos.

Em 2012, acima dos 600 euros todos os funcionários públicos e pensionistas perderam parte dos seus subsídios. A partir de 1.100 euros, ficaram sem os 13º e 14º meses.
PARTILHAR

Comentários (60)
  • » ALDRA!, ov, 21-06-2013 16:10

    Ver para crer, como São Tomé! Como é que um aldrabão destes conseguiu enganar 37% dos portugueses que votaram nele? Muitos, de boa fé, já estão bem arrependidos! Claro que 48% se abstiveram...
  • » Se Passos garante?..., lx, 21-06-2013 13:31

    Então, é porque não vão pagar! Garantias de trapaceiros e pantomineiros são sempre, não garantias...
  • » Vitor Santos, Beja, 21-06-2013 12:33

    PARA UM MENTIROSO, SÓ ACREDITO VENDO.
  • » Orquidea, Covilhã, 21-06-2013 10:34

    È de espantar este 1º. Ministro em 2014 vão pagar os subsídios nas respectivas datas, pudera vai haver eleições e aí ele a fazer-se ao voto, que esteja descansado que o povo está pobre, mas não está burro já abriu os olhos e é já nas autárquicas que lhe diz como é, quiz ir para além da troika para pôr este povo a pedir, milhares de famílias a viverem no limiar da pobreza, e incentivos à economia nada, Todos os dias fecham fábricas e não vêm as pessoas que ficam no desemprego e eles com mordomias e a deitarem Portugal abaixo, e nós é que temos que pagar a crise, que não é nossa que é dos PSD e CDS para não nomear o monstro da crise que vieram rios de dinheiro para Portugal e que deitaram tudo abaixo a agricultura pescas etc,. e agora não falam noutra coisa, como se as pessoas que gostam de trabalhar não arranjassem alternativas as que podem mas há os que não têm um bocado de terra e não têm dinheiro para comer ou roubam ou pedem e pedir não pode ser todos os dias.
  • » Abilio de Almeida, Avo, 21-06-2013 8:52

    Este Passos afinal nao resistiu as pressoes e acabou por ser mais um igual aos outros todos,afinal nao deixa de ser um funcionario publico e a prova é de que venha o público e o privado que se lixe!!!! todos uns opurtunistas mas a culpa é do Povo que quando chega a altura das eleiçoes lá vao,tipo marchas populares....este Páis só tem o que merece.
  • PUB
  • » Maria, seixal, 21-06-2013 8:21

    Mas se o subsidio que está a ser pago em duodécimos é o de férias ,porque não pagam o semestre que falta em junho / julho?. É uma questão de acertar contas e deixarem-se de vez de malabarismos.
  • » Gustavo, Lisboa, 21-06-2013 6:16

    BRASIL! BRASIL! BRASIL!
  • » Carlos C, Alcabideche, 21-06-2013 0:43

    Nos meses habituais? Só serão meses habituais em empresas à beira da Falência (se é que pagam!). Nunca no Estado Julho e Novembro foram meses habituais para os subsídios de Férias (que tal alguém lhe ministrar um curso intensivo sobre o nosso país? acredito que lhe faz falta porque se comporta como um poder estrangeiro acabadinho de chegar ao pedaço). Já agora, contratem um professor de matemática para ensinar a tabuada ao Gasparzinho, é mais que óbvio que não consegue prever quanto é 1 1 ou 2x0).
  • » Mailing, ando por aí, 21-06-2013 0:16

    Será que este individuo ainda vai cá estar em 2014? Se os eleitores não tiverem vergonha na cara, se calhar até está cá mesmo. É nosso dever limpar Portugal do lixo politico. Não esquecer outro da mesma laia o tal de "cavaquinho", é lixo mais aporcalhado.
  • » Anabela, lisboa, 21-06-2013 0:01

    Ele só não paga este ano porque está ressabiado em relação ao TC. Coisa própria de garotos, enfim.....
  • PUB

Deixe aqui o seu comentário relativo a este artigo. Todos os comentários estão sujeitos a mediação.

Tem 1500 caracteres disponíveis

Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.


Entrar Renascença V+
Radicais islâmicos com sangue português



INFORMAÇÃO      BOLA BRANCA      PROGRAMAÇÃO      MÚSICA      MULTIMÉDIA      OPINIÃO