O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Feira do Livro no Porto suspensa por falta de dinheiro

18 abr, 2013

Associação Portuguesa de Editores e Livreiros não tem 75 mil euros para realizar o evento e a autarquia portuense diz não poder ajudar.
Feira do Livro no Porto suspensa por falta de dinheiro
A Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) suspendeu a realização da Feira do Livro do Porto por “falta de condições financeiras”, anunciou a Câmara. A autarquia portuense acrescenta, por seu lado, não poder apoiar financeiramente a iniciativa.

Em comunicado citado pela agência Lusa, o município diz que não tem disponibilidade para investir os 75 mil euros pedidos pela organização.

Nos quatro anos anteriores essa tinha sido a contribuição da autarquia para a viabilização da Feira do Livro na Avenida dos Aliados.

A APEL justifica a suspensão da feira com uma grande queda nas receitas da associação, devido a quebras na venda de livros.

A Câmara do Porto diz que se ofereceu para ceder gratuitamente a plataforma central da Avenida dos Aliados e para isentar a APEL do pagamento de taxas, mas que isso foi considerado insuficiente.