Fotogaleria

Explosão de emoções na chegada ao Santuário de Fátima

11 mai, 2017 - 20:05 • Joana Bourgard

Entre momentos de chuva intensa e sol brilhante, chegam ao Santuário grupos com milhares de peregrinos. O momento da chegada é marcado com uma oração, seguida de abraços e lágrimas. A sensação é de missão cumprida.
A+ / A-

Chegada de um grupo da Póvoa de Varzim e de Vila do Conde, carregada de emoções fortes. Elementos do grupo viajaram para Portugal a partir do Luxemburgo e da África do Sul.

Peregrinos de Castro D'aire abraçam-se na chegada ao Santuário.

Nem a chuva impede os peregrinos de caminhar de joelhos pelo recinto do Santuário, uma prática começada por uma promessa feita pela irmã Lúcia.

Os Super Dragões também estão representados em Fátima. O FC Porto ainda está na luta pelo título, mas já tem poucas hipóteses de vencer o campeonato.

Vir a Fátima é para muitos sinónimo de acender uma vela para cumprir uma promessa ou pedir por familiares.

Vêm do Norte e fizeram mais de 200 quilómetros. Este grupo de peregrinos de Vila Nova de Gaia que todos os anos faz a sua caminhada de 5 a 11 de Maio a Fátima.

Uma chegada emocionada depois de uma semana na estrada.

Alguns peregrinos dão voltas de joelhos à Capelinha das Aparições.

A maioria dos grupos vêm do Norte do país. Os peregrinos estrangeiros vêm sobretudo de Espanha, Itália e Polónia.

Homenagem à Nossa Senhora de Fátima na chegada ao Santuário.

As preces a Nossa Senhora ouvem-se um pouco por todo o recinto.


O recinto está adaptado a cadeiras de rodas.

Os guarda-chuvas são um dos bens mais preciosos para quem guarda lugar para as celebrações de 12 de Maio na Cova da Iria.

Os grupos revezam-se para não perderem o lugar junto à vedação por onde vai passar o Papa Francisco.

Este grupo de Viseu demorou três dias e meio a chegar ao Santuário. No final, assinaram uma cruz para entregar à Nossa Senhora de Fátima.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.