O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

As imagens da noite infernal em Pedrógão Grande

18 jun, 2017 - 09:30 • Fotos: Paulo Cunha/Lusa

É já o incêndio mais mortífero das últimas décadas em Portugal. Segundo os últimos dados, há 62 mortos e 54 feridos.
A+ / A-
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • leonilde
    19 jun, 2017 Ourém 13:33
    E triste viver estes momentos!...... Sobretudo aquelas famílias que não pediram para morrer naquela estrada.O governo, sobretudo o Senhor ministro do ambiente devia pensar mais nas pessoas que vivem perto das florestas , as limpezas devia ser feita durante todo o ano e não so no verão. Eu acho que as limpezas de florestas ficam mais baratas ao governo português que pagar todoas as vidas destas pessoas e bens!.........
  • Madalena Martins
    18 jun, 2017 Lisboa 16:56
    Sei que sou apenas uma gota d agua e muito pequena para combater esse maldito fogo que a natureza fês o favor de levar até Pedrogam. Grande, tambem não ha palavras para descrever o que estas pessoas estam a psssar incluindo todos estes homens estes Bom beijos que tão dificil luta estão a travar?a todos deixo uma palavra de carinho a todos os que estão envolvemos nesta profunda tristeza.
  • Anabela Santos
    18 jun, 2017 Santa Marta do Pinhal 13:26
    Muita força,coragem e um abraço muito forte para todos os familiares,amigos e colegas dos que faleceram.Que descansem em paz.Aos feridos que tenham força e muita fé na vossa recuperação.Inacreditável.
  • Pedro
    18 jun, 2017 Leiria 12:12
    Que esteve o governo a fazer nas reuniões. Onde estão as tropas portuguesas. E a protecção civil. Estou revoltado!!!!!
  • Pedro
    18 jun, 2017 Leiria 11:41
    Como é possível deixarem isto acontecer. É triste !!!!!!