|

Em directo. Polícia faz novas duas detenções relacionadas com ataque de Westminster

22 mar, 2017 - 15:24

O que sabemos sobre o ataque e actualizações em directo.

A+ / A-
Ataque em Londres faz vários feridos graves
Ataque em Londres faz vários feridos graves

O que sabemos:

  • Pelo menos cinco pessoas morreram (entre as quais o atacante) e pelo menos 40 ficaram feridas num "ataque terrorista" em Westminster, mais especificamente, na ponte de Westminster e junto ao Parlamento britânico.
  • Entre os feridos há um português.
  • Várias pessoas ficaram feridas depois de terem sido abalroadas no passeio da ponte por um jipe. O jipe depois foi embater no gradeamento do Parlamento
  • Um homem, presume-se que o condutor do mesmo jipe, dirigiu-se para a entrada do Parlamento e esfaqueou um polícia, antes de ser atingido a tiro por agentes policiais à paisana. O jornal "Independent", que cita fonte policiais, refere que o atacante é descrito como um homem de meia idade, de origem asiática
  • A polícia acredita que o atacante agiu sozinho, "inspirado pelo terrorismo internacional".
  • Autoridades já fizeram oito detenções, após buscas em Birmingham e noutras partes do país.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Açor,S.Miguel
    23 mar, 2017 Rabo de Peixe 10:49
    Muito bem Viriato! Gostei muito do teu comentário. Estou plenamente de acordo!
  • Francisco
    22 mar, 2017 Tomar 21:50
    É raro o mês em que não haja uma prova que a política de portas escancaradas à entrada, na Europa, de imigração de países muçulmanos, não faz sentido. Quantas pessoas terão mais que ser assassinadas, para a extrema esquerda "dar o braço a torcer" e admitir que as suas concepções estão profundamente erradas ?
  • Silva
    22 mar, 2017 Lumiar 21:38
    O Trump tem razão.
  • Madala
    22 mar, 2017 Évora 20:58
    Continuem a atirar-se a Trump e a criticar as suas atitudes contra os muçulmanos. Parece que ele tem razão e de certeza que outros líderes pensam como ele, mas têm vergonha de o dizer.
  • Viriato
    22 mar, 2017 Condado Portucalense 17:45
    Viva o multiculturalismo, abram as fronteiras à barbárie. Nos paises desses bárbaros, quem chega de fora tem 2 hipóteses ou se torna como eles ou é queimado vivo, apedrejado, decapitado e os familiares seguem o mesmo caminho. Aqui na europa os multiculturalistas têm as mãos sujas de sangue dos inocentes que vão diariamente sendo assassinados às mãos da sharia e nomeadamente os jornaleiros que vão intoxicando as mentes dos cidadãos europeus....ASSASSINOS.