O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

​Ensino secundário. Saiba quais as escolas onde os alunos mais progrediram

17 dez, 2016 - 00:00 • Fátima Casanova e Rui Barros (infografia)

Pela primeira vez o Ministério da Educação disponibiliza o indicador de sucesso que permite elaborar um “ranking” alternativo. E nesta lista as escolas públicas ganham terreno: nos primeiros 20 lugares, há seis públicas.
A+ / A-


No "ranking" tradicional há apenas uma escola secundária pública nas 30 mais bem cotadas. Mas este ano o Ministério da Educação introduziu uma novidade: o indicador “percursos directos de sucesso”, que mede a progressão dos alunos que à entrada para o ensino secundário tinham um nível escolar semelhante. Com ele, a Renascença elaborou um novo “ranking”, onde as públicas ganham terreno.

Contam para esta análise os alunos da escola que obtêm classificação positiva nos exames das duas disciplinas trienais do 12.º ano, após um percurso sem retenções nos 10.º e 11.º anos de escolaridade.

O objectivo é perceber se o trabalho desenvolvido ao longo do Secundário conduziu a resultados também iguais, ou se, pelo contrário, os alunos da escola tiveram desempenhos superiores/inferiores aos dos seus colegas ao nível nacional.

Este “ranking” é liderado por uma escola pública, a Básica e Secundária Vila Cova, em Barcelos, no distrito de Braga.

No final do percurso sem retenções no triénio 2014-2016 e comparando todas as escolas que receberam alunos com o mesmo nível escolar, esta escola de Barcelos está quase 22 pontos percentuais acima da média nacional. Este estabelecimento escolar não figura no “ranking” geral por não ter realizado mais de 100 exames. Se não tivermos em conta esse critério, está em 90.º lugar.

Completam o pódio deste “ranking” alternativo duas instituições privadas. O Colégio Nossa Senhora do Rosário, no Porto, está em segundo lugar – conseguiu que os seus alunos do ensino secundário progredissem mais 19% do que os seus colegas ao nível nacional. Este colégio do Instituto das Religiosas do Sagrado Coração de Maria acumula este estatuto com o título de melhor instituição no secundário e 4ª melhor no 9.º ano do ensino básico.

A terceira instituição que conseguiu fazer com que os alunos progredissem mais foi o Colégio Rainha Santa Isabel, em Coimbra, que está em 11.º lugar no ensino secundário e em sexto no ensino básico, de acordo com o ranking elaborado pela Renascença.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Vera
    17 dez, 2016 Porto 14:40
    E, pronto, manipulem os dados como quiserem, não conseguem tirar o Rosário do topo! Parabéns a este colégio que, ano após ano, prova o seu valor!