O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Marcelo desafia portugueses a dedicarem-se ao voluntariado

08 mai, 2017 - 20:28

"Temos de aumentar o número de voluntários no nosso país. Isso é um apelo que é um apelo cívico. É uma questão de responsabilidade social", disse o Presidente de visita ao Porto.
A+ / A-

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, apelou esta segunda-feira ao aumento do voluntariado no país, afirmando que é prioritário que sejam cada vez mais jovens.

Marcelo Rebelo de Sousa, que presidia, no Porto, à sessão de homenagem ao voluntariado da Liga dos Amigos do Hospital de Santo António, lamentou que as últimas estatísticas sobre a área apontem para que "pouco mais de 20% dos portugueses realizou trabalho voluntário", considerando, contudo, que o número é melhor do que há uns tempos embora ainda insuficiente.

"É muito pouco. Mas apesar de tudo é muito mais do que já foi. Recordo-me de tempos quando não havia um incentivo das pessoas e das famílias, das empresas e dos escritórios, em que a média era cinco, seis, sete por cento. Mas temos de convir que 20% é muito baixo ainda", disse o Presidente da República.

"Temos de aumentar o número de voluntários no nosso país. Isso é um apelo que é um apelo cívico. É uma questão de responsabilidade social", frisou.

O chefe de Estado apontou como "prioridade na comunidade" a formação de voluntários, enfatizando a questão da faixa etária: "É uma prioridade renovar etariamente os voluntários. Temos de ter voluntários mais jovens no voluntariado nomeadamente no campo hospitalar. No quadro hospitalar é preciso fazer um esforço de maior apelo à juventude".

Antes, o Presidente da República elogiou o trabalho dos voluntários e voluntárias de uma organização que hoje comemora 40 anos e junta mais de duas centenas de pessoas, apontando que a missão de um voluntário "é de uma abnegação total".

"[O voluntário] tem de manter uma fé, uma esperança, uma capacidade de dar futuro", disse no primeiro momento de um programa no Porto que inclui uma visita à "Casa da Rua da Santa Casa da Misericórdia do Porto e o acompanhamento de equipas de rua dos Médicos do Mundo e SAOM - Serviços de Assistência Organizações de Maria.

Marcelo Rebelo de Sousa - com um discurso que arrancou palmas e gargalhadas numa cerimónia na qual antes discursaram o presidente da Liga dos Amigos do Hospital de Santo António, Manuel Campos, e o presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar do Porto, Paulo Barbosa - disse que "outra das características desta terra é a qualidade, a excelência das gentes", destacando sempre os voluntários.

"Não estou a minimizar o papel dos médicos, da enfermagem, pessoal auxiliar, muito menos dos administrativos, mas sem vocês não seria possível. Sem vocês poder-se-ia falar de uma instituição com alma?", interrogou, terminando com a explicação de que a sua presença nestas acções serve para "agradecer".

"A minha presença - não podendo significar ter mais disponibilidade para estar convosco nos próximos três anos, dez meses e um dia - é para sublinhar e agradecer o vosso exemplo", terminou.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Grande Lata
    09 mai, 2017 aveiro 15:34
    Seria muito bom colocarem todos os desempregados a fazer voluntariado, mas, tal como os BOMBEIROS "VOLUNTÁRIOS" que chegam ao fim do mês com bons ordenados e regalias com fartura.
  • MICHAEL FERRADA
    08 mai, 2017 FARO 23:48
    Pois... muito bem, estamos todos de acordo com a Atitude e as Iniciativas do Marcelo "Selfie" Boy! Pelo menos... sobressai do anterior Presidente, a chamada "Múmia de Boliqueime"! Eu... também pratico Voluntariado, em várias ocasiões, numa delas, no B.Alimentar em Loulé! Sim... de facto... o meu apelo é para uma Maior Participação de Voluntários! Sinto isso na própria pele! Informamos, que, é já... neste fim do mês, dia 27 e 28! Aparece no BA..."Vamos "Alimentar" esta Ideia! Agora... o Marcelo, deve estar mais alerta à situação do porque de tanta Miséria e Desemprego em Portugal!?? Basta observar estas PPP's todas, entre o Estado e o Privado, principalmente as das Rodovias que têm levado o Povo, à autênticos sacrifícios, pois... cá no Algarve, para quem tem que se deslocar-se na Via do Infante, do Leste à Oeste diariamente, o custo das Injustas e Altamente Duvidosas Portagens, é proibitivo! Com um Salário Básico (€500.00/mês), 50% dessa receita é para pagar as Portagens!!! Isto... sem falar nas Compensações Brutais que o Estado deve pagar ao Privado, pela quebra do trânsito nessas Auto-Vias, que nem perfil de Auto-Estradas têm! Assim... não admira que haja tanta Miséria, e famílias sendo "lançadas" para debaixo das Pontes, pelo País fora!!! O Estado, esse... Agradece a nossa Grande Participação nestes Bancos Alimentares, pois... sabem que... quando a Fome Aperta, o Povo... Desespera! A Tal... "Casa que Não Têm Pão, em que, Todo o Mundo Ralha e... Ninguém Têm Razão! M.F :(!!!