O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Benfica

Rui Vitória simplifica. "Se Jonas jogar, joga. Se não jogar, temos soluções"

21 abr, 2017 - 19:15

Avançado brasileiro teve semana anormal, admite o técnico do Benfica. Presença no dérbi com o Sporting não é ainda dado adquirido mas Rui Vitória desdramatiza.
A+ / A-

Rui Vitória confessa que, com Jonas em campo, o Benfica torna-se numa equipa de "valor acrescentado". Mas o técnico dos tricampeões nacionais não dramatiza a eventual ausência do goleador brasileiro no dérbi com o Sporting, até porque tem sido um autêntico especialista em encontrar "soluções" para os inúmeros problemas físicos que têm assolado o plantel que comanda, esta época.

Confirmando que o "Pistolas" estará convocado para Alvalade, Rui Vitória reconheceu que a semana de trabalho do "canarinho" foi anormal, admitindo que Jonas continua condicionado. Todavia, a lógica é simples.

"O Jonas vai estar convocado. Vamos ver, até à hora do jogo, o que irá dar. A semana não foi normal para ele. Está convocado e vamos ver se recupera. Se jogar, joga o melhor marcador das duas últimas épocas. Se não jogar, não joga. Mas isso, em nós, o que acrescenta? Nada. Se jogar, teremos um valor acrescentado. Se não jogar, haverá outra solução. Se há equipa que tem arranjado soluções é a nossa", explicou.

O Sporting-Benfica, da jornada 30 da Primeira Liga, arranca às 20h30 de sábado, no Estádio de Alvalade, com arbitragem do portuense Artur Soares Dias. Jogo com relato na antena da Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.