O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Portugal consegue juros mais baixos para 1,5 mil milhões

20 fev, 2013

Operação com o prazo mais longo de bilhetes de tesouro, a 12 meses, conseguiu arrecadar 1.155 milhões de euros a uma taxa de juro média de 1,277%.
O Estado colocou esta quarta-feira a totalidade dos 1,5 mil milhões de euros de dívida no mercado, pagando juros mais baixos, a três e 12 meses, do que nas últimas operações com prazos semelhantes.

De acordo com o IGCP, agora chamado Agência de Gestão de Tesouraria e da Dívida Pública, desde que foi convertido em empresa pública, a operação com o prazo mais longo de bilhetes de tesouro, a 12 meses, conseguiu arrecadar 1.155 milhões de euros a uma taxa de juro média de 1,277%.

Foi inferior ao juro de 1,61% conseguido em Janeiro, numa operação onde a procura superou a oferta em 2,35 vezes.

Com os bilhetes do tesouro a três meses, o IGCP colocou, por sua vez, 345 milhões de euros, mais 45 milhões de euros do que o previsto, a um juro de 0,737%, ligeiramente acima dos 0,67% do último leilão comparável.

A procura de bilhetes a três meses superou a oferta em 2,4 vezes, quando em Janeiro tinha sido de 3,7 vezes.