Dito

Talisca é um excelente 'oito'

03 dez, 2014

Entrevista Bola Branca. Jorge Jesus já disse que, no Benfica, Talisca é avançado. Dito acha que o treinador ainda procura o lugar certo para o jogador brasileiro e considera-o um médio.
Talisca é um excelente

A revelação da época do Benfica tem sido Anderson Talisca. O brasileiro é, nesta altura, o melhor marcador do campeonato. Jorge Jesus defende que Talisca é avançado, mas o lugar do jogador continua por definir. 

Dito diz achar, em entrevista a Bola Branca, que Jesus "vai escolher o lugar certo para Talisca", mas sempre constata que o internacional brasileiro "pode ser um excelente 'oito' ". 

"É um médio de transição forte fisicamente e de passada larga", prossegue. "Pode ser também um jogador importante por estar perto da posição 'seis'. Tem tudo para ser um 'oito' mas é Jorge Jesus que trabalha com ele todos os dias", ressalva.

Luta a dois pelo título
Com o primeiro terço da Liga realizado, Dito considera que o Sporting pode ter perdido o comboio do título. "No início da época toda a gente incluiu o Sporting na luta. Não saíram jogadores importantes, enquanto o Benfica perdeu peças e o FC Porto fez muitas aquisições, tendo o treinador de construir uma equipa", refere.

Certo é que, com 11 jornadas decorridas e com o atraso do Sporting para os rivais, Dito antevê que a luta pelo título "será entre FC Porto e Benfica", prevendo que "não parece que possa haver surpresas".

A perda de candidatura da equipa leonina tem uma explicação. "Não foi capaz de conciliar as competições todas ao mesmo tempo e tinha que haver uma quebra em algumas das provas", argumenta.

"[O Sporting] Teve sucesso na Taça de Portugal porque apostou fortíssimo no Dragão mas depois perdeu pontos na Liga portuguesa. Na Champions ainda pode seguir em frente", realça.

Dito pega no exemplo do Sporting para sublinhar que "não se promovendo a famigerada rotatividade não se consegue ter sucesso. E possivelmente foi essa a razão do fracasso do Benfica na Champions", conclui.

Sem treinar desde 2012
Dito tem 52 anos e conduziu o Varzim ao título nacional da Segunda Divisão em 2012. Mas, desde essa conquista, não voltou a treinar. 

"É uma questão conjuntural. Tenho tido convites. Pode ser um problema meu por ser demasiado exigente por coisas que pretendo quando chego aos clubes e nem estou a falar de questões financeiras”, explica. Sobre o futuro, o treinador está “na expectativa de ir para fora. Há conversas, vamos ver no que resultam", completa.