O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Decisão do caso da Taça da Liga na próxima semana

11 fev, 2014

Atraso no início do FC Porto-Marítimo será decidido pelo Conselho de Disciplina da Federação na próxima terça-feira.
Decisão do caso da Taça da Liga na próxima semana
O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) deverá anunciar a decisão relativa ao caso do atraso no início do FC Porto-Marítimo, para a Taça da Liga somente na próxima terça-feira.

O órgão disciplinar federativo reuniu-se hoje, na sede do organismo, tendo procedido à audição das testemunhas disponibilizadas pelos dragões: ao médio brasileiro Fernando, considerado pela defesa dos azuis e brancos como uma testemunha-chave de todo o caso, visto os dragões defenderem que uma lesão de última hora do "Polvo" motivou o atraso no pontapé de saída da partida com os insulares, juntaram-se o director-geral da SAD, Antero Henrique, o "team manager" do FC Porto, Acácio Valentim, o médico e o fisioterapeuta dos dragões.

Já o Sporting, clube que exige a exclusão do FC Porto da Taça da Liga e, ainda, tomar o lugar dos nortenhos nas meias-finais da competição, fez-se representar pelo advogado Pedro Solano de Almeida.

O que está em causa?
Recorde-se que o FC Porto apurou-se para as meias-finais da competição, ao bater o Marítimo (2-3), no sábado, com o golo decisivo, apontado por Josué, a surgir já em tempo de compensação, minutos depois do final da partida entre Penafiel e Sporting.

Os leões haviam vencido os durienses (1-3) e celebravam já o eventual apuramento quando os dragões selaram a qualificação. A SAD verde e branca insurgiu-se logo naquela noite, recordando que o FC Porto-Marítimo arrancou com 2m45s de atraso face à partida de Penafiel, quando ambos os desafios deveriam ter começado precisamente à mesma hora (20h45).

O Sporting entende, por isso, que o FC Porto deve ser punido com derrota no jogo com o Marítimo devido ao atraso na entrada em campo.