Relação absolve Veiga, Duque e Meireles. JVP mantém sentença

18 jul, 2013

Fraudes fiscais estavam na base do chamado 'caso João Vieira Pinto', que se arrastou nos tribunais. Não há recurso.
Relação absolve Veiga, Duque e Meireles. JVP mantém sentença

O Tribunal da Relação absolveu o empresário José Veiga, o ex-administrador da Sporting Luís Duque e o antigo dirigente do clube Rui Meireles de crimes relacionados com o 'caso João Vieira Pinto'. No entanto, foi mantida a condenação ao ex-jogador. 

A 10 de outubro de 2012, o Tribunal Criminal de Lisboa tinha condenado os quatro pela autoria de um crime de fraude fiscal. A José Veiga foi acrescentado um crime de branqueamento de capitais.

A João Pinto foi aplicada a pena de um ano de prisão por crime de fraude fiscal, suspensa por igual período, e pagamento também de 169.629 euros.

Agora, o Tribunal da Relação decide-se pela absolvição de Veiga, Duque e Meireles.

Não há recurso, ao que apurámos, já esta quinta-feira à noite.

[Actualizado às 20h32]