O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
Mundial 2014

Presidente do Gana garante o pagamento aos jogadores

25 jun, 2014

Em causa estava a possibilidade dos ganeses falharem a presença no jogo frente a Portugal.
A Federação Ganesa de Futebol (GFA) anunciou que John Dramani Mahama, presidente do país, interveio pessoalmante de forma a assegurar que os jogadores recebam ainda esta quata-feira os prémios prometidos pelo apuramento para o Mundial de 2014.

"O presidente John Dramani Mahama entrou na questão, depois da agitação dos jogadores da 'Black Stars' em relação ao facto de os seus prémios no Mundial ainda não terem sido recebidos desde o início da competição", começa por se escrever no comunicado da GFA. Ao que se acrescenta: "o dinheiro será pago até quarta-feira à tarde, o que traz algumas garantias para a equipa".
 
Em causa estará um prémio de 55 mil euros para cada jogador, pela qualificação para o mundial de 2014. Os jogadores haviam ameaçado não jogar frente a Portugal, mas já na passada terça-feira viajaram para Brasília, cidade onde se disputa o jogo frente a Portugal.