O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Mais dois multibancos assaltados por explosão no Grande Porto

10 out, 2017


Autoridades falam em "forte estrondo" e "danos consideráveis" nos edifícios. Desde o início do mês já foram cinco casos.

Duas caixas multibanco foram assaltadas esta madrugada, por explosão, em Matosinhos e Gondomar. Segundo fonte do Comando Metropolitano da PSP do Porto, os assaltantes são cinco homens armados e encapuzados.

O primeiro assalto registou-se pelas 2h40, sendo o alvo uma caixa instalada numa loja de electrodomésticos na Rua Cruz de Pau, em Matosinhos.

Pelas 3h20, foi assaltado um multibanco instalado num supermercado na confluência da Rua João Vieira com a Rua Manuel Ferreira das Neves, em Gondomar.

Em ambos os casos, registou-se um "forte estrondo" e "danos consideráveis" nos edifícios.

De acordo com a fonte da PSP, testemunhas disseram ter visto cinco homens, com a cara tapada e munidos de "pelo menos" uma arma de fogo. Os assaltantes faziam-se transportar numa viatura preta, de alta gama.

Os valores roubados ainda não são conhecidos.

A investigação está agora entregue à Polícia Judiciária.

A 6 de Outubro, também de madrugada, a GNR registou explosões de três caixas multibanco no distrito do Porto, nomeadamente em Labruge (Vila Conde), São Pedro de Fins (Maia) e em Recarei (Paredes).

Situações similares tinham também ocorrido a 26 de Setembro, altura em que as autoridades registaram três explosões de caixas multibanco em Águas Santas, concelho da Maia, Vila das Aves, município de Santo Tirso, e em Laúndos, na zona da Póvoa de Varzim.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • VICTOR MARQUES
    10 out, 2017 Matosinhos 16:44
    Só o que é de estranhar são as caixas multibanco que ainda existem no exterior dos bancos e das grandes superfícies!!!...
  • Luís Cunha
    10 out, 2017 Loulé 16:15
    Não sejam tão incompreensíveis, tão cruéis, tenham compaixão destes pobres coitados que não vêm outra forma de governar a vida ! Há ex-primeiros ministros que não rebentaram multi bancos... rebentaram,roubaram uns milhões ao país, não sei quantos multibancos era preciso "gamar" , o Pinókio da suite 44 de Évora e, outros Pinókios deste país...fartaram-se de rebentar, não com as caixas multibanco, mas com a economia do país...com o nosso dinheirinho ! Coitaditos...ao que a fome os obriga !!!!
  • Filipe
    10 out, 2017 évora 14:29
    ...contratem a Prosegur para guardar as ruas e as armas militares e das polícias .
  • mister robin hood
    10 out, 2017 Manhattan 12:51
    um crime muito popular na america latrina parece que chegou a portugal com toda a forca
  • DR XICO
    10 out, 2017 LISBOA 12:24
    Deixando de fora o ZE, que vê papões em tudo o que é esquerda, Isto dos assaltos aos MB deve dar mais dinheiro á SIBES que aos ladrões. ONDE ESTÁ A PORCARIA DA TINTA ANTI-FURTO que devia inutilizar as notas?
  • FIlipe
    10 out, 2017 évora 12:16
    Andam todos ocupados com o "arrastão" ao Marquês que os bandidos a sério se aproveitam enquanto todos dormem de cansaço de escreverem milhares de páginas para o Guinness .
  • mendes
    10 out, 2017 braga 12:16
    sao 5 andam armados teem explosivos dou aqui um conselho a policia e gnr afastem se desse grupo porque com o governo que temos com as leis que estao a ser criadas no pais se vos enfrentardes esse grupo sereis acusados de fascistas e rascistas e ides parar a prisao
  • Paulo
    10 out, 2017 Porto 12:01
    Estão a deixar entrar qualquer nível de gente, querem o quê?
  • 10 out, 2017 Lisboa 11:49
    Com esses cadastrados que o PCP e o BE legalizaram, agora espera-se tudo. estamos entregues aos bichos, houve aí uma aldeia que foi assaltada, uma aldeia INTEIRA, coisa Imaginável há uns anos atrás.