O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Ganhe um relógio Tissot Fátima na Manhã da Renascença


Tissot Fátima é uma edição limitada que presta homenagem a “um símbolo maior de Portugal e um dos mais importantes centros de peregrinação para o mundo católico”

Com as Comemorações do Centenário de Fátima a chegarem ao fim, a Renascença tem uma oferta especial para si. Participe no passatempo da Manhã da Renascença e habilite-se a ganhar um dos dois relógios Tissot Fátima que temos para lhe oferecer – um modelo feminino e outro masculino.

Este é um relógio que é uma homenagem e uma oportunidade de assinalar o Centenário de Fátima de uma forma diferente que se irá prolongar no tempo.

O Tissot Fátima é um modelo com uma edição limitada e numerada a 5.013 peças no modelo de homem e 5.013 no modelo de senhora. Parte da receita da venda dos relógios irá reverter para o Centro de Ação Social do Santuário de Fátima.

Com a inscrição “FÁTIMA 1917-2017”, a assinalar o ano das aparições (1917), no verso da caixa, este é um relógio de “design clássico e intemporal, uma peça exclusiva equipada com um movimento quartzo suíço”. O modelo masculino tem uma caixa de 40 mm e o feminino 30 mm, ambas em PVD ouro rosa.

Com um vidro de safira e bracelete em pele preta castanha, o Tissot Fátima é um modelo exclusivo à venda por 299 euros. O relógio inclui um “elegante estojo acompanhado por um certificado de autenticidade” e por “uma medalha em cobre e com gravação em relevo”.

Na Manhã de sexta-feira, 13 de Outubro, fique atento à emissão da Renascença e participe no passatempo Tissot Fátima.

Edição especial Relógio Tissot Fátima, um tributo a Fátima, um símbolo de Portugal no mundo, uma sugestão Renascença.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.