A+ / A-

​Novo livro de José Tolentino Mendonça apresentado na Renascença


“Uma igreja tem de estar suja”, afirma José Tolentino Mendonça no seu novo livro, “O Pequeno Caminho das Grandes Perguntas”. Obra vai ser apresentada no auditório da Renascença, esta sexta-feira.

“Onde está Deus?”, “A fé é um teste interminável”, “Pequena apologia da lentidão” e “Uma igreja tem de estar suja” são algumas das reflexões de “O Pequeno Caminho das Grandes Perguntas”, o novo livro de José Tolentino Mendonça.

Um dos mais importantes ensaístas portugueses da actualidade debruça-se sobre as perguntas que nos aproximam da fé no quotidiano.

“É eterna, a busca pelo sentido da vida. Mas há um momento chave em que percebemos que são as perguntas, e não as respostas, que nos deixam mais perto dele. ‘O Pequeno Caminho das Grandes Perguntas’ é uma longa conversa onde se cruzam cinema, literatura e memórias, como pretexto para uma aproximação mais espiritual às questões fundamentais”, refere a sinopse do livro.

“O Pequeno Caminho das Grandes Perguntas” é um lançamento da Quetzal Editores e vai ser apresentado no auditório da Renascença no dia 22 de Setembro, às 17h00.

A apresentação da obra conta com uma conversa com José Tolentino Mendonça e Guilherme d’Oliveira Martins, moderada pelo jornalista José Pedro Frazão. O lançamento terá ainda uma actuação ao vivo de Mazgani (cantor e guitarrista natural do Irão, mas radicado em Portugal desde a Revolução Iraniana de 1979).

Para assistir a este lançamento no auditório da Renascença, inscreva-se gratuitamente através do email quetzal@quetzaleditores.pt (envie email com nome, contacto telefónico e número de cartão de cidadão).

Fique atento ao Facebook da Renascença para saber como ganhar exemplares de “O Pequeno Caminho das Grandes Perguntas”.


Informações:

Auditório da Renascença- Quinta do Bom Pastor, Estrada da Buraca 8-12, 1549-025 Lisboa | Telef.: 213 239 200

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Elói Diogo Abrantes
    10 out, 2017 Rego 3770 064 Oiã 11:21
    Olá! Sou de uma pequena terra que porém, a maior parte das vezes dá à Luz: Rêgo. Todas as mães dão à Luz... Gostaria de receber este fabuloso livro autografado, se possível, pelo padre Tolentino. Pago os portes e o livro no destinatário. Antecipadamente grato. Elói.