A+ / A-

Ilhas do Sul das Bahamas evacuadas por causa do furacão “Irma"

06 set, 2017


O “Irma” já atingiu a categoria 5 e sopra com ventos superiores a 300 quilómetros por hora.
"Não fiquem sentados à espera, preparem-se". Caraíbas em alerta devido ao furacão "Irma"
"Não fiquem sentados à espera, preparem-se". Caraíbas em alerta devido ao furacão "Irma"

O primeiro-ministro das Bahamas, Hubert Minnis, ordenou a evacuação das ilhas do Sul do arquipélago na terça-feira, devido à aproximação de furacão “Irma”.

Mayaguana, Inagua, Crooked Island, Acklins, Long Cay e Ragged Island são, segundo Minnis, as ilhas ameaçadas.

Os habitantes vão ser retirados esta quarta-feira de avião e deslocados para Nassau, na ilha de New Providence. De acordo com o primeiro-ministro, esta será a maior evacuação por furacão na história das Bahamas.

Quem decidir ficar, corre "grande perigo", avisou Hubert Minnis, que apelidou o furacão de "monstruoso".

Minnis alertou ainda que podem não estar disponíveis equipas de resgate para os salvar quando a tempestade atingir o seu pico, entre quinta-feira e sexta-feira.

A poucas horas de alcançar as ilhas Virgens britânicas e Porto Rico, o Furacão Irma atingiu a categoria 5, com ventos superiores a 300 quilómetros por hora.

Ainda esta quarta-feira, deve chegar ao Haiti e à República Dominicana. Amanhã, deverá atingir Cuba e, no sábado, os Estados Unidos – mais concretamente as Florida Keys (a sul de Miami) onde começaram esta manhã a ser decretadas evacuações obrigatórias e o estado de emergência foi já decretado, na segunda-feira.

Martin Senterfitt, director do Centro de Operações de Emergência do município de Monroe, que inclui as Florida Keys, assustou os residentes para os ajudar a tomar a decisão de abandonar as suas casas.

“Para quem está nas Florida Keys, imaginem o pior cenário. É esse o cenário que estamos a prever. A todos, peço que abandonem as vossas casas. Não podemos ficar numa ilha a caminho da qual está um furacão de categoria 5. A maior parte das ilhas está apenas a metro e meio do nível do mar. Com as vagas que estamos a prever, este não é o local onde devemos ficar”, avisou.

As Florida Keys são uma das áreas mais atingidas por furacões em todo o mundo, já que o arquipélago está localizado no centro da rota dos furacões que atingem constantemente o sul dos Estados Unidos e as Caraíbas.

Entretanto, formou-se no Atlântico, nos últimos dias, e está a caminho das Caraíbas um outro furacão, o “José”, que deverá fazer praticamente o mesmo trajecto que o “Irma”.

E no Golfo do México, a tempestade tropical “Thirteen” está a ganhar força, podendo transformar-se em furacão nas próximas 48 horas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.