O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
Espaço do Consumidor
Um espaço para responder a todas as dúvidas dos consumidores (terças e quintas, depois das 14h30)
A+ / A-
Arquivo
Espaço do consumidor

Pagou 3,99 euros a mais na conta de telemóvel? Pode ter sido vítima de “wap billing”

06 jun, 2017 • Fátima Casanova


São chamados “serviços da sociedade de informação” e só damos conta que os subscrevemos quando chega a conta do telefone. Na maior parte das vezes, o consumidor nem sabe o que fez.

Já lhe apareceram "serviços adicionais" na factura de comunicações e não sabia do que se tratava? Provavelmente, subscreveu um serviço sem saber. Sim, isso é possível. Trata-se de um serviço chamado de “Wap Billing”, ou seja “serviços da sociedade de informação”.

Como é que pode acontecer?

- O utilizador móvel acede a um site

- O utilizador carrega em botão de download, joga ou responde a um quiz ou sondagem

- O utilizador recebe um SMS a dizer que foi debitado 3,99 euros (o limite legal são 4 euros semanais)

- Geralmente, não há ligação ao site que serviu de acesso ao serviço.

Se foi vítima deste tipo de serviço, pode reclamar junto da ASAE ou assinar a petição criada para que a Assembleia da República legisle de forma a acabar com estas situações.

Os peticionários pedem que todos os operadores barrem, por defeito, este tipo de serviço.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Albino Martins
    13 jun, 2017 Vermoim Maia 22:58
    Tem havido muito aproveitamento das Operadoras para sugar muitos aderentes aos serviços. Apetece-me dizer que nada me espanta porque estamos num País de muitos LADRÕES.
  • Pedro Alexandre
    09 jun, 2017 Saint Chamond 17:41
    Ana, a sua operadora deve lhe restituir o saldo creditado, em poucas situações que tive do gênero foi assim que ficou resolvido. Recentemente recebi uma SMS do gênero e tinha o telefone no bolso a ja algum tempo.. practicamente nao tinha nem como saber como foi activado o serviço, ate que acabei por perceber que foi através de um anúncio que clickei quando o telemóvel estava no bolso! Ao clicar ficou automaticamente subscrito. Se a operadora nao me tivesse bloqueado o wap billing a meu pedido ja teria uma segunda subscrição do serviço. Para nao falar na publicidade que aparece nos jogos de miudos! Confesso que para pagar alguns serviços me dava muito jeito. Mas nao se pode ter tudo...
  • rui
    07 jun, 2017 val do monte 14:42
    AS operadoras é que estão por trás desse esquema. mas ninguém investiga. não interessa.
  • Fernando Bernardino
    07 jun, 2017 Lisboa 14:04
    O BE, coitadinhos sempre na linha da frente para todas, todas a modernices.
  • Bruno Costa
    07 jun, 2017 Lisboa 13:55
    O verdadeiro problema está nas situações em que se usam Pens 3G/4G USB ou Routers WIFI moveis 3G/4G. Nesses casos o SMS recibo de confirmação (SMS após o débito ter sido já efectuado), é enviado para a memória interna do aparelho. Esses SMS´s de notificação estão a ser escondidos do utilizador pois a maioria deles nem sequer têm interface para poderem ler os SMS para lá enviados. Alguns routers com ecrã LCD metem um ícone MSG pequeníssimo a piscar assim que um SMS entra, mas quem não perceba de tecnologia nunca lá chegará. Já as normais PENS 3G/4G USB nada têm que dê indicação de SMS recebido a não ser um software que o cliente tem que inicializar manualmente e a maioria, por questões práticas, nunca inicializa. Há clientes que estão a ser semanalmente debitados nas suas Pens 3g/4g e que ficam meses!!! alguns Anos!!! sem saber porque razão o saldo da PEN desaparece tão rápido, até que finalmente decidem contactar os operadores. Para mim o mais grave é mesmo isto, o facto de Pens USB e Routers de acesso móvel poderem subscrever estes serviços, quando é praticamente impossível ao user ficar a saber que de facto subscreveu algo. Esta sim é uma total escandaleira que precisa de ser parada imediatamente! Os IMEI e números de telefone associados a estas PENs e routers móveis devem ser imediatamente bloqueados do acesso a Carrier / Wap billing. Com um botão apenas os operadores móveis podem já bloquear todos os IMEI/telefones associados a estas Pens 3/4G
  • joao henriques
    07 jun, 2017 molelos 13:32
    boa tarde, reclamar????neste pais??...impossível......
  • ana
    07 jun, 2017 lisboa 12:56
    Aconteceu-me a mim recentemente, do nada recebi uma sms a agradecer a subscrição a uma app de jogos sem ter feito absolutamente nada para tal automáticamente recebi a informação que seriam debitados 3,99 todas as semanas tive que pedir á minha operadora para bloquear este tipo de acções o que fizeram de emediato e me aconselharam a apresentar queixa na Anacom, a revolta é que fiquei sem os 3,99€ sem ter pedido nada isto tem que ser bem visto pelas entidades competentes
  • BE
    07 jun, 2017 Lisboa 12:27
    Este serviço wap billing tem o apoio do Bloco de Esquerda. Foi a forma que encontraram para arrecadar mais para o partido.