O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
O Novo Normal
Fernando Ilharco aborda a positividade e o sucesso, a determinação e os desempenhos excepcionais, a liderança e a mudança, a influência profissional e social, a criatividade, a inovação e o empreendedorismo. Disponível em podcast. No ar na Renascença, de 2ª a 6ª às 15h.
A+ / A-
Arquivo
NN - Dar um toque: abraços, apertos de mãos e pancadinhas nas costas
NN - Dar um toque: abraços, apertos de mãos e pancadinhas nas costas
O Novo Normal

Dar um toque: abraços, apertos de mãos e pancadinhas nas costas

08 mar, 2017


No dia-a-dia sabe qual a prática que não custa nada, que cria bom ambiente e faz qualquer um mais influente? É dar uns toques, diz-nos Fernando Ilharco em conversa com Carlos Bastos. Neste episódio falamos do que significa dar um abraço, uns beijinhos, um passou-bem ou umas pancadinhas nas costas. Oiça porque é que um pequeno toque no cotovelo é especialmente poderoso e porque é que todos sabemos o que nos pedem quando nos pedem para darmos ‘um toque’.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.