O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Aura Miguel Convida
Pessoas com uma saudável inquietação humana. Domingo às 23h30 (reposição: segunda às 23h30)
A+ / A-
Arquivo
Aura Miguel convida - Irmã Guadalupe - 04/12/16
Aura Miguel convida - Irmã Guadalupe - 04/12/16
Aura Miguel convida

Irmã Guadalupe

04 dez, 2016


A irmã Guadalupe vive em Alepo desde os tempos em que Alepo era uma cidade de paz e bem-estar, como o resto da Síria. Agora, está tudo destruído. É certo que, nos últimos anos, a vida dos cristãos seria mais fácil se abandonassem a fé para aderir ao islão, mas esta missionária garante que a maioria dos fiéis permanece firme. Esta conversa sobre a esperança e a liberdade dos cristãos de Alepo não tem tradução para não quebrar a vivacidade desta missionária argentina.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • edgar
    08 dez, 2016 souto vfr 15:40
    Pouco há que acrescentar ao testemunho da Irmã Guadalupe que vive num País em que a guerra é conjugada na primeira pessoa. Tal como a Irmã Guadalupe disse, nós , Ocidentais, podemos fazer muito, e esse muito é sobretudo rezar. A graça de Deus é o motor de tanta fé e constância. Obrigado.